Pular para o conteúdo principal

O Sindicato do Crime

O Sindicato do Crime da America (ou da Amerika) é uma equipe de vilões que fazem contraponto à Liga da Justiça da América.

Existem quatro versões do Sindicato:

A clássica) Morando na Terra 3 o Sindicato do Crime da América é formado basicamente por Ultraman, Coruja, Supermulher, Johnny Quick e Anel Energético. Surgiram no segundo encontro entre Liga da Justiça e Sociedade da Justiça e foram aprisionados em uma bolha energética no limbo interdimensional. Participaram também da Crise na Terra Primordial (20º encontro) e de Crise nas Infinitas Terras.

Estiveram presentes em um arco da série Secret Society of Super-Villains e o Ultraman participou do encontro de 3 Supermen e 3 Luthors em Crisis on Three Earths (1982) e de uma história do Homem-Animal, já após a destruição do Multiverso original.

A equipe foi destruída junto com seu universo em Crise nas Infinitas Terras.

Os qwardianos) Em Justice League Quarterly # 08 (1992), uma série trimestral feita para explorar o potencial da fase cômica da Liga, mas que junto com todo o material evidenciou o cansaço da fórmula, surgiu a primeira versão pós Crise dos vilões, mas que não teve continuidade.

Na história Hal Jordan, o Lanterna Verde, confessa a Oberon que a equipe havia enfrentado uma versão qwardiana da Liga e com isso reestabelecia o Sindicato do Crime original na cronologia, porém como habitantes do planeta Qward, no Universo de Anti Matéria.

Na trama da edição surge um novo Conglomerado - uma equipe financiada por empresários - porém criada com os vilões do Universo de Anti Matéria, agora baseados na atual (daquela época) Liga da Justiça.

A história é inédita no Brasil.


O Universo de Anti-Matéria
Na graphic novel Terra 2, Grant Morrison & Frank Quitely introduzem uma versão barra-pesada dos vilões.

Habitando um universo de anti-matéria os vilões descobrem nosso universo, mas suprema ironia, a Liga é incapaz de vencer lá, e eles de venceram no planeta da Liga.

Há diferenças em relação à equipe clássica: Supermulher não é Mulher Maravilha, mas Lois Lane e mantém abertamente um caso com o Coruja, apesar de ser mulher do Ultraman; Johnny Quick é um dependente de drogas para manter sua velocidade, Coruja é Thomas Wayne Jr. e Ultraman é um humano exposto à anti-kryptonita.

Além da graphic novel apareceram em um arco de The Adventures of Superman e no encontro Liga da Justiça/Vingadores, onde seu universo foi reconstruído com algumas diferenças visíveis em Liga da Justiça no arco “As regras do Sindicato”. A principal delas é que Anel Energético, loiro e uma versão de Hal Jordan foi substituído por um negro, versão de John Stewart.

Após este arco, a Terra de anti-matéria foi vista na maxi-série “Trindade” nos capítulos 9 a 14.

O Novo Multiverso pós 52) Com a reconstrução do Multiverso a Terra-3 original voltou a existir e nela um novo Sindicato do Crime com uma leve alteração de nome "Sociedade do Crime da América", de modo a diferenciá-la da equipe do Universo de Anti-Matéria. A equipe apareceu no final de 52 (em apenas uma página) e num dos especiais “À procura de Ray Palmer”. Mostra sutis diferenças, mas é apenas a equipe clássica com nova roupagem.

Parece que a DC irá se concentrar na equipe da Terra de anti-matéria, deixando temporariamente esta de lado.

Postagens mais visitadas deste blog

EaD: Como estudar sozinho em casa

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas por que há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas por que ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.

Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.

Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.

A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.

Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.

Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.

Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.

Após enterrar uma bomba de hidrogên…

Os Vingadores vs O Esquadrão Supremo

(Ou Como as histórias não são realmente como nos lembramos)
Não tenho nenhum entusiasmo pelos encontros entre Os Vingadores e Esquadrão Supremo. Nenhum! Ao contrário acho histórias imbecis, mas talvez seja um ranço contra Roy Thomas. Explico: na infância eu odiava os Vingadores de Thomas e por extensão o próprio, mas gostava muito da arte de Conan (Buscema & Zuñiga) ou qualquer coisa feita por Neal Adams como a Guerra Kree-Skrull ou X-Men.

Já adulto um amigo disse que o sujeito era bom e eu fui reler as histórias: não eram tão ruins quanto a lembrança. Inclusive conheci e comprei os setenta números de All-Star Squadron que eram do próprio.
Por fim, descobri que metade daquilo que eu não gostava em Thomas na verdade não era dele... era do Englehart, um sujeito também superestimado pela indústria, que só acertou uma vez: em Batman!
Vencido o preconceito contra o escritor, veio o problema da maturidade: as histórias dos anos 1960 só funcionam lá, especialmente as de super-grupos co…