Pular para o conteúdo principal

Crise na Terra Primordial (1.982)

Uma das minhas “Crises” preferidas este 20º encontro anual das equipes Sociedade da Justiça da Terra-2 e Liga da Justiça da Terra-1, teve a participação do All-Star Squadron da Terra-2, conhecido no Brasil como Comando Invencível.

Na época Roy Thomas desenvolvia a longa série All-Star Squadron (1981-1987) que se passava durante os últimos dias de 1.941 e início de 1.942 na Terra-2.
O encontro foi originalmente publicado em Justice League of America v1 #207-209 e All-Star Squadron # 14-15, com texto de Gerry Conway e Roy Thomas, lápis de Don Heck e Adrian Gonzáles e finais de Romeo Tanghal, Sal Trapani, Don Heck e Jerry Ordway.
A história começa quando ao transportar parte da Sociedade da Justiça para a Terra-1 para o encontro de 1.982, algo errado impede que os heróis cheguem ao destino.
No satélite da Liga da Justiça surge o Sindicato do Crime da América que derrotam Superman, Zatanna, Gavião Negro, Nuclear e Aquaman.
Os membros da Sociedade da Justiça que vieram para o encontro (Poderosa, Starman, Caçadora, Lanterna Verde e Sr. Destino) são transportados para dentro de uma prisão no Limbo entre as dimensões, criada dezenove anos antes pelo Lanterna Verde para prender o Sindicato do Crime.
A Sociedade escapa da prisão e navega entre as dimensões indo parar na Terra Primordial, completamente devastada!
Este planeta surgiu em histórias do Flash e não tem heróis. Aqui os heróis são apenas personagens em quadrinhos. Surgiria um herói que migrou da Terra de modo a deixá-la intocada.
Ledo engano, em 1.985 durante a Crise nas Infinitas Terras surgiu o Superboy que seria personagem fundamental em Crise Infinita (2006) e A guerra dos anéis (2007).
Ao investigarem a Sociedade da Justiça descobre que Per Degaton do ano de 1.947, um fascista viajante do tempo que já enfrentou a Sociedade e posteriormente o All-Star Squadron, roubou os mísseis durante a Crise dos Mísseis de Cuba em 1.962, e o Presidente JFK, pressionando deu início ao bombardeio que destruiu a civilização!
Foi ele o responsável por libertar o Sindicato do Crime da América.

A Liga acorda após a derrota e segue para a Terra-2 para descobrir que no passado ela foi dominada por Degaton!


Claro que eles voltam à 1.942 e encontram com o All-Star Squadron, que usava temporariamente a sede da Sociedade da Justiça, enfrentam os heróis e fazem as pazes à tempo de serem convocados pelo Presidente Roosevelt para ouvirem a chantagem de Per Degaton.
Ele irá explodir um míssil para servir de exemplo e exige que os líderes mundiais entreguem a liderança de seus países para ele.
Durante este teste a Sociedade da Justiça chega à Terra-2 em 1.942 e finalmente se une às duas equipes.

A missão agora e neutralizar as bases dos mísseis de Degaton e derrotá-lo!
Superman, Robotman e Sr. Destino enfrentam o Ultraman no satélite transmissor de Per Degaton.
Liberty Belle, Starman e Aquaman enfrentam a Supermulher em uma base de mísseis num atol sob domínio japonês.
Gavião Negro, Caçadora e Johnny Quick, enfrentam no Meio Oeste americano, o vilão Anel Energético, e descobrem mísseis em silos de grãos.
 
Comandante Aço, Poderosa e Nuclear enfrentam Johnny Quick do Sindicato do Crime na Suíça.
Disposto a resolverem esta crise, Lanterna Verde, Flamejante e Zatanna procuram o Professor Zee e avisam que em 1.947 o assistente dele, Per Degaton irá roubar o invento que em 42 é apenas um protótipo.
Energizando-o, os heróis viajam no tempo e no espaço para a Terra Primordial em 1.962 impedindo que o Sindicato roube os mísseis.
Em 1.942 os heróis derrotam Degaton em sua base, momentos antes do mesmo acontecer em 1.962.
Com a derrota na Terra Primordial o paradoxo temporal anula todos os eventos, fazendo com que o encontro entre as equipes transcorra sem a interrupção e sem a memória desta crise! O Sindicato então permanece preso na bolha energética.
Detalhe que desde a Crise em Apokolips havia um interesse romântico entre Nuclear e Poderosa.
Também temos que perceber que há uma ruptura na narrativa.
O Sindicato trai Per Degaton e sai para conquistar a Terra 1, mas logo aparece trabalhando de novo para o vilão temporal dizendo ter recebido uma nova proposta de Degaton. Eles viveram uma aventura em DC Comics Presents Annual # 1.

Postagens mais visitadas deste blog

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas porque há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas porque ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.
Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.
Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.
A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.
Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.
Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.
Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.
Após enterrar uma bomba de hidrogênio…

EaD: Como estudar sozinho em casa

Árvore genealógica do Superman

Em Krypton Chronicles, uma série que contava a história dos ancestrais de Kal-El a DC publicou a árvore genealógica abaixo.

Divirta-se!