Pular para o conteúdo principal

Lançamento: Superman #108

 Superman completa setecentos números nos EUA e a DC faz um epílogo para a trama de James Robinson, mas o foco da edição é um prólogo para o arco Solo de J.M. Straczynski. Infelizmente nos enchem com a descessária história de um encontro entre Superman e Robin – poxa não tem uma história na série Legends of the DC Universe que já trabalhou com a trama?

Descartada a história de Dan Jurgens e lida a história de Robinson vamos com fome na trama do autor de Babylon 5, Superman: Terra Um e Esquadrão Supremo. Superman novamente questiona seu papel e passa a andar pelos EUA, dai o nome do arco “Solo”, uma referência ao fato que o herói estaria buscando sua ligação com o mundo e em seguida renová-la. 

Acho a ideia limitada especialmente para quem já leu material como o próprio Esquadrão Supremo do autor, mas de imediato funciona. 

A arte de Eddy Barrows cai bem no herói e tem vários momentos de formato widescreen, lembrando uma tela de cinema.

Não é uma redescoberta surpreendente do Superman, mas uma premissa interessante para narrar algumas histórias, o quê pode ser exatamente o problema do arco. 

Após o impacto inicial os leitores terão paciência para esperar uma conclusão ou evento mais semelhante àquilo que estão acostumados?

Postagens mais visitadas deste blog

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas porque há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas porque ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.
Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.
Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.
A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.
Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.
Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.
Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.
Após enterrar uma bomba de hidrogênio…

EaD: Como estudar sozinho em casa

Árvore genealógica do Superman

Em Krypton Chronicles, uma série que contava a história dos ancestrais de Kal-El a DC publicou a árvore genealógica abaixo.

Divirta-se!