Pular para o conteúdo principal

Justiça seja feita

Com roteiros de James Robinson & David Goyer, desenhos de Stephen Sadowski e finais de Michael Bain começa realmente o primeiro arco da Era Geoff Johns da SJA. Ele se desenvolve nas edições JSA Secret Files & Origins #01 e JSA #01 a 04.

Wesley Dodds, o SandmanGolden Age”, está com 86 anos e decide abrir mão de sua vida para atrasar o místico Lorde Negro, que está procurando a próxima encarnação do Sr. Destino.

Não é diretamente revelado que seja, mas talvez ele saiba quem será por causa de seus poderes prognósticos e sua relação não muito explicada com o Homem Cinza (além deste arco, já apareceu no Brasil numa história da Liga da Justiça Internacional).

Com a sua morte os membros da SJA reúnem-se para o funeral e vemos algumas tramas paralelas de adequação dos personagens à nova série. Sand herda os poderes prognósticos de Sandman.

Na sequência o Lorde Negro mata Kid Eternity (surgido em um série de Grant Morrison e que teve série pela Vertigo).

O funeral de Wesley é realizado, comparecendo Sand, Ted Grant (Pantera I), Jack Knight (Starman VII), Ted Knight (Starman I), Jay Garrick (Flash I), Alan Scott (Sentinela/Lanterna Verde I), Johnny Thunder, Hipólita (Muher-Maravilha III), Sideral (Star Splashed Kid II), Homem-Hora (Hourman III, o andróide), Esmaga-Átomo e Canário Negro.

A cerimônia é interrompida pelaa chegada de Fate (um substituto do Sr Destino não muito nobre surgido na época de Zero Hora, razoavelmente desconhecido no Brasil) assassinado com uma adaga mística e o ataque dos Filhos de Anúbis.

Após a derrota dos seres, Escaravelho (Scarab que já teve minissérie própria e inédita no Brasil) surge e anuncia que o fim do mundo está próximo e somente a SJA poderá impedir.

Nossos heróis vão ao museu da SJA (e fazem referência ao período em que Sand passou como uma criatura de silicone mostrado em Justice League of America vol. 1 # 113 aqui).

Escaravelho explica que Sr. Destino está próximo a reencarnar em um novo ser humano, e que o Lorde Negro pretende descobrir quem é esta pessoa.

A equipe divide-se para encontrar a próxima encarnação, enquanto os artefatos do Sr. Destino, que desapareceram quando Jared Stevens (Fate) morreu no cemitério retornaram para a Torre de Destino.

Sand, Hipollita e Sentinela vão ao Tibete. Jack Knight vai à Veneza, acompanhado por Flash e Canáro Negro. Esmaga-Átomo, Homem-Hora e Pantera vão à Vancouver onde encontram a Mulher-Gavião roubando uma criança nascida de uma mulher em coma!

Graças ao poderes do Homem-Hora descobrimos que a nova Mulher-Gavião (Hawkgirl no original) é neta de um aventureiro dos anos 1940. Ela foi chamado pelo avô para proteger o bebê – o avô dela aparece em JSA Secret Files & Origins # 1 com Wesley Doods.

O Lorde Negro ataca e sequesta a criança, revelando-se Mordru (vilão da Legião dos Super-Heróis, e de uma série inédita de Ametista, além de vilão de um dos cross-overs entre Liga, Sociedade e Legião, aqui)!

Sand, Hipollita, Sentinela, Flash, Jack Knight e Canário chegam na hora para impedir que Mordru mate Mulher-Gavião, mas ele foge!

Sideral, que seguiu Escaravelho e o espírito de Kent, vai até a Torre de Destino, onde o herói é atacado pelo Lorde Negro!

Mordru prepara-se para matar o bebê antes que a vestimenta transforme-o em um adulto, mas Sideral o atrasa!

Usando o navio do tempo do Homem-Hora a equipe chega novamente no momento fatal para salvar Sideral e o bebê!

Mordru perde algum tempo brincando com os heróis e a menina é absorvida pelo amuleto de Sr. Destino encontrando Kent Nelson que dá instruçõs a ela para utilizar a armadura do Escaravelho para fazer surgir o novo Sr. Destino!

O novo Sr. Destino ataca Mordru, que usa seus poderes para dificultar a vida dos heróis. Em uma determinada altura Mordru consegue roubar a vestimenta do Sr. Destino, mas ao vestí-la é absorvido pelo universo dentro do amuleto de Destino.

Descobrimos que o novo Sr. Destino é Hector Hall, filho de Carter e Shaiera Hall (Gavião Negro e Mulher-Gavião), que durante anos agiu como o Escaravelho de Prata com a Corporação Infinito (aqui)!

Nas comemorações a Sociedade é reestruturada e Sand é nomeado pelo Sentinela o novo líder.
Em seguida ele aparentemente perde o controle dos poderes e se transforma em areia!

Postagens mais visitadas deste blog

EaD: Como estudar sozinho em casa

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas por que há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas por que ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.

Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.

Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.

A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.

Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.

Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.

Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.

Após enterrar uma bomba de hidrogên…

Os Vingadores vs O Esquadrão Supremo

(Ou Como as histórias não são realmente como nos lembramos)
Não tenho nenhum entusiasmo pelos encontros entre Os Vingadores e Esquadrão Supremo. Nenhum! Ao contrário acho histórias imbecis, mas talvez seja um ranço contra Roy Thomas. Explico: na infância eu odiava os Vingadores de Thomas e por extensão o próprio, mas gostava muito da arte de Conan (Buscema & Zuñiga) ou qualquer coisa feita por Neal Adams como a Guerra Kree-Skrull ou X-Men.

Já adulto um amigo disse que o sujeito era bom e eu fui reler as histórias: não eram tão ruins quanto a lembrança. Inclusive conheci e comprei os setenta números de All-Star Squadron que eram do próprio.
Por fim, descobri que metade daquilo que eu não gostava em Thomas na verdade não era dele... era do Englehart, um sujeito também superestimado pela indústria, que só acertou uma vez: em Batman!
Vencido o preconceito contra o escritor, veio o problema da maturidade: as histórias dos anos 1960 só funcionam lá, especialmente as de super-grupos co…