Pular para o conteúdo principal

Crise no século 30 (1.977)


Escrita por Paul Levitz & Martin Pasko e arte de Dick Dillin, publicado em Justice League of America v1 # 147-148, este encontro reúne a Liga da Justiça, a Sociedade da Justiça e a Legião dos Super-Heróis.

Na primeira parte Mordru, mago do futuro e vilão da Legião, seqüestra as equipes do passado para que elas obtenham sucesso onde a equipe do futuro falhou: resgatar o jarro, o sino e a roda, objetos místicos ligados aos demônios Abnegazar, Rath e Gasth. Seu objetivo é utilizá-los para liberar os malignos seres de uma prisão ancestral e controlá-los para dominar o universo conhecido.

Libertos os demônios aprisionam Mordru e como têm poderes equivalentes, usam as três equipes para lutarem entre si, cada uma defendendo um demônio.

Enquanto as equipes lutam, uma parte da Legião tenta libertar o Arqueiro Verde e Canário e então a Liga decide permitir ser derrotada para que a balança entre os demônios se altere. No final o demônio vencedor é preso no satélite da Liga misticamente restaurado no futuro.

Ao retornar para o passado o Lanterna Verde altera a memória dos colegas de modo que esqueçam o encontro.

Apesar de co-escrito por Paul Levitz, simplesmente o melhor escrito da Legião dos Super-Heróis, o encontro é fraco e mal desenvolvido. O conflito seria interessante de se tratar mas algumas soluções fáceis como a semi-derrota de Mordru no primeiro número pelos heróis para em seguida atacá-los com força total lembra uma estratégia para ocupar páginas ocas.

No geral é um bom encontro, mas como realmente as edições tem mais páginas do que o padrão, poderia ser melhor organizado em um arco de três partes sem páginas extras.


Veja aqui a listagem atualizada das Crises da DC Comics.

Postagens mais visitadas deste blog

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas porque há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas porque ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.
Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.
Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.
A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.
Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.
Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.
Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.
Após enterrar uma bomba de hidrogênio…

EaD: Como estudar sozinho em casa

Árvore genealógica do Superman

Em Krypton Chronicles, uma série que contava a história dos ancestrais de Kal-El a DC publicou a árvore genealógica abaixo.

Divirta-se!