Pular para o conteúdo principal

Legião dos 3 Mundos – Tomo 2



Para salvar os R$ 7,50 pagos em Superman/Batman # 53 (novembro/2009) da Panini Comics você deve iniciar a leitura pela última história.

Claro que se você a) não gosta da Legião; b) acha o personagem Superboy Primordial ridículo e c) não entende o conceito de múltiplos universos, aconselho a guardar seu rico dinheirinho e comprar algo mais simples.

Legião dos 3 Mundos conforme já vimos por aqui é uma série onde o Senhor do Tempo, lorde de toda a Entropia, resgata o Superboy Primordial e o envia ao século XXXI no universo da Legião dos Super-Heróis clássica (a existente até 1.986).

Incapazes de enfrentar o adolescente de aço, os heróis do futuro chamam Kal-El do passado (o século XXI) e tentam encontrar os últimos legionários ainda desaparecidos (veja Superman e a Legião dos Super-Heróis para mais detalhes).

Neste segundo número a coisa piora bastante.

No Mundo dos Feiticeiros uma equipe formada por Bloko, Vésper, Pulsar e pelo Lanterna Verde Rond Vidar resgatam a Feiticeira Branca das garras de Mordru, mas a chegada de Superboy e sua Legião de Super-Vilões, faz com que Vidar tombe para que seus colegas fujam.

Isto, por si só já merece uma explicação. Nas histórias clássicas da Legião do período Paul Levitz & Keith Giffen sabia-se que havia um anel energético ativo no século XXXI. Este anel esteve com o vilão Universo (que várias vezes conquistou o planeta e colocou a opinião pública contra a Legião) e seu filho Rond Vidar, nobre de coração, o assumiu.

No Brasil não se sabe exatamente o quê aconteceu com a Tropa, mas as poucas citações feitas deixavam claro que o setor da Terra era apenas um território proibido para os Lanternas.

Johns estende um pouco mais e tonar Vidar definitivamente o último Lanterna em atividade! Mon-El e Penumbra recebem de Brainiac 5 a missão de irem a Oa levar o corpo de Vidar e encontram um planeta repleto de anéis desativados, a bateria central desativada e o daxamita Sodam Yat ainda vivo!

Caso você não se lembre Yat foi criado por Alan Moore (apenas citado, na verdade) para ser o maior Lanterna Verde de todos os tempos e hoje está presente na série A Tropa dos Lanternas Verdes que se passa no século XXI. Ele é um dos personagens chaves das sagas A guerra dos anéis e A noite mais densa.

Aconselhados por Brainiac 5 a equipe se divide em duas. Superman e os pesos pesados partem para o conflito com o Superboy e sua Legião maligna, enquanto o próprio coluano, Etérea e a Feitceira Branca vão à antiga sede da LJA em Happy Harbor, Rhode Island encontrar uma bola de cristal que irá convocar as Legiões de outros 2 mundos.

Pausa para outra explicação.

Primeiro: os nerds iriam lembrar-se que a bola de cristal é a mesma da capa da série de Liga onde a equipe da Terra-1 encontra a equipe da Terra-2. Ao longo dos anos, artistas tem mostrado a cena de heróis em torno de uma mesa de reuniões, uma bolha de cristal no centro exalando fumaça que sobe em direção ao teto e na fumaça uma equipe de outro mundo (ou época).

Segundo: a Feiticeira Branca cita que as duas legiões já os auxiliaram com os Tornados Gêmeos.

Os Tornados Gêmeos são os filhos de Barry Allen (o Flash II, o mais famoso, que desapareceu em ação em Crise nas Infinitas Terras,1.985 e retornou em Crise Final, 2008). Barry morou um tempo no futuro após o final de sua série e teve filhos que foram rejeitados na Legião clássica.

Os Tornados tiveram filhos, Bart Allen (o Impulso, membro da Justiça Jovem e Turma Titã, que se tornou o Flash IV na Crise Infinita, 2005/06 e que foi assassinado no ano seguinte) e Xs (membro da Legião dos Super-Heróis pós Zero Hora). Como esta Legião teve pouquíssimas histórias publicadas por aqui, poucos se recordam da personagem.

No momento não tenho registros se a história com os Tornados realmente existiu ou é apenas uma brincadeira já citada várias vezes (em a Saga do Relâmpago e Superman & a Legião dos Super-Heróis).

Convocadas, as duas Legiões tem problemas para aceitar o controle de um único Brainiac. Enquanto isso, no Mundo dos Feiticeiros, os peso pesados são derrotados!

E ficamos ansiosos para a continuação!

Postagens mais visitadas deste blog

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas porque há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas porque ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.
Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.
Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.
A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.
Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.
Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.
Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.
Após enterrar uma bomba de hidrogênio…

EaD: Como estudar sozinho em casa

Árvore genealógica do Superman

Em Krypton Chronicles, uma série que contava a história dos ancestrais de Kal-El a DC publicou a árvore genealógica abaixo.

Divirta-se!