Pular para o conteúdo principal

A Panini é especial...

Antes de mais nada, gostaria de deixar bem claro que acredito que a editora Panini Comics é a melhor editora-tradutora que já trabalhou no Brasil, superior a quaisquer outra.

Dito isso não posso deixar de comentar os enganos que a equipe faz. A bola da vez está na publicação de “Legião de 3 Mundos” de Geoff Johns & George Pérez em Superman & Batman e não, como foi anunciado originalmente, em Crise Final Especial.

Claro que tudo pode ter sido um engano grosseiro, mas parte da irritação vem do fato que a publicação da série neste formato prejudica a arte, já que o papel pisa-brite, usado em edições normais, é fosco demais.

Alguns leitores questionaram que não comprariam a série Superman & Batman para ler apenas uma história. Parabéns para eles! Os R$ 7,90 são ínfimos diante de comprar importado. Ameaçam com o uso de scan, que está cada vez mais comum (inclusive o sistema operacional Ubuntu 9.04 já vem com leitor de scan embutido no default do sistema).

Existem opções para todos os gostos. Quem quiser ler no computador é facílimo encontrar os sítios de scans que existem por aí.

Alguns leitores indicam que a revista “Superman & Batman” está fraca e por isso recebe reforços. Concordo!

Não escondo que acho a série a pior da Panini/DC, mas daí a não comprar a série da Legião apenas por que acho caro o custo benefício está longe. Já disse que “Legião dos 3 Mundos” é a melhor coisa que “Crise Final” produziu.

Voltando ao velho problema das assinaturas tive uma grata surpresa. A Panini devolveu o saldo do cartão utilizado em sete dias após o contato e ainda enviou as edições que estavam faltando. Com o final antecipado de “Prelúdio para a Crise Final” a série “Crise Final” entrou no pacote.
Recebi o número 1 e aguardei o seguinte, apesar de vê-lo chegar às bancas. Semana passada o sistema de atendimento estava um caos, tanto que esta semana eles temporariamente mudaram o número de atendimento. Não consegui entender o atraso do segundo número e então recebi “Trindade” e somente entrando em contato com a Central de Atendimento é que descobri que a série substituiu a substituta.

A ligação poderia ter sido economizada com uma carta ao assinante.

Coisas de uma Central de Atendimento ao Assinante/Departamento de Assinaturas que não deve ter experiência com o público.

Postagens mais visitadas deste blog

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas porque há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas porque ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.
Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.
Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.
A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.
Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.
Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.
Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.
Após enterrar uma bomba de hidrogênio…

EaD: Como estudar sozinho em casa

Árvore genealógica do Superman

Em Krypton Chronicles, uma série que contava a história dos ancestrais de Kal-El a DC publicou a árvore genealógica abaixo.

Divirta-se!