Pular para o conteúdo principal

Doctor Who [Arco 143a]: The Mysterious Planet


O Doctor (Colin Baker) é convocado à Gallifrey onde é julgado, com acusações não muito claras.

[Localização no Continuum]
The Mysterious Planet é o 143ª arco da série de TV britânica Doctor Who, exibida pela BBC. É o primeiro arco da 23ª temporada e também o primeiro arco do ciclo nominado THE TRIAL OF A TIME LORD, que se prolongaria durante toda a temporada. Em algumas classificações THE MYSTERIOUS PLANET é numerado como “143a”, considerando que o arco 143 é toda a trama de THE TRIAL OF A TIME LORD, e sua primeira porção é THE MYSTERIOUS PLANET.

The Mysterious Planet tem quatro episódios de 25 minutos em média e foi exibido de 6 a 27/setembro/1986.

[Trama]
O Doctor aterrisa em Gallifrey e descobre-se em julgamento onde contracenará com The Inquisitor (Lynda Bellingham) que será a juíza e The Valeyard (Michael Jayston) que será o promotor de acusação.

Valeyard não deixa claro a acusação, mas certamente é sobre a interferência do Doctor em assuntos de outras espécies. Sua primeira evidência é um vídeo resgatado da Matrix de Gallifrey (estamos em 1986, lembre-se, de qualquer modo Neuromancer já havia sido lançado) onde temos o envolvimento do Doctor e de Peri Brown (Nicola Bryant) em assuntos do planeta Ravolox.

Lá civilizações que emergiram após um cataclismo natural que calcinou a superfície se dividiram em subterrânea (científica e orientada sob um misterioso ser que não veem, mas sabemos ser um robô chamado Drathro que mantém jovens inteligentes sob seu comando) e na superfície (uma civilização caçadora/coletora com poucas mulheres que tem de serem compartilhadas entre os homens e orientada pela Rainha Katryca). Indícios levam a crer que apesar de estar na órbita errada Ravolox é a Terra! Quem ou o quê teria tirado a Terra de sua órbita?

Parte da trama envolve os caçadores Sabalom Glitz (Tony Selby) e Dibber (Glen Murphy) que usam o planeta como local de caça.

[Opiniões]


É mais um daqueles quase infinitos arcos em que a trama poderia render mais. Em um planeta misterioso o Doctor se separa de Peri – que é capturada. Cada um conhece uma civilização distinta e descobrem um risco em comum (a antena que alimenta o robô, que o caçador Sabalom quer destruir). Resolvida a trama resta alguns mistérios para a temporada e a macrotrama do julgamento.

A postura do Doctor no julgamento, sozinho, indicando que algo aconteceu a Peri, é a mesma de irreverência e deboche. Não convence! Em um julgamento sério o acusado teria uma postura mais inquisidora.

[Curiosidades – fonte Wikipedia.org ]
Em fevereiro de 1985 a BBC anunciou que a 23ª temporada de Doctor Who haveria sido cancelada! Após os protestos corrigiu a informação para um “hiato” na série e que Doctor Who retornaria em setembro de 1986. Muitas tramas foram encomendas e abandonadas em favor de uma macrotrama sobre o julgamento do personagem, refletindo o fato de que o programa estava em julgamento pela BBC.

Esta é a última história completa escrita por Robert Holmes e seu roteiro é muito similar à primeira contribuição do autor, o arco The Krotons. Ambos arcos tratam de uma máquina alienígena subjugando uma civilização humanoide e forçando jovens a trabalharem para si.

Mulheres compartilhadas entre homens em uma sociedade competitiva e com traços de caçadores/coletores é também a trama do primeiro romance de George R R Martin, A morte da luz.

O arco foi adaptado para o formato de novela em DOCTOR WHO The Mysterious Planet (The Trial of a Time Lord) por Terrance Dicks e lançado pela Target Books na edição 127 de sua série em 19 de novembro de 1987.

-1
(Arco 142)
0
(Arco 143a)
+1
(Arco 143b)
Revelation fo the Daleks
The Trial of a Time Lord: The Mysterious Planet
The Trial of a Time Lord: Mindwarp

Postagens mais visitadas deste blog

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas porque há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas porque ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.
Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.
Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.
A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.
Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.
Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.
Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.
Após enterrar uma bomba de hidrogênio…

EaD: Como estudar sozinho em casa

A Saga do Quarto Mundo: Novos Deuses, volume 1 e 2

Ponto central a Saga do Quarto Mundo em New Gods (Novos Deuses em português) temos as aventuras de Orion sozinho ou auxiliado por Magtron e humanos. A parceria entre um deus e humanos seria evocada novamente em Os Eternos (1.976-78) do mesmo Jack Kirby. Em ambas as séries, após a parceria inicial os humanos seriam abandonados.

Aqui a macro-trama é que na Terra o deus maligno Darkseid tem pistas de uma fórmula chamada equação anti-vida ao qual deseja com objetivos próprios. Orion, filho de Darkseid mas criado pelo benigno Pai Celestial, é o nêmese de seu pai e está destinado a matá-lo.

Além de New Gods a Saga do Quarto Mundo foi publicada nos primeiros volumes das séries Mr Miracle (Senhor Milagre), Forever People (Povo da Eternidade) e Superman Pal's Jimmy Olsen (a única que não foi criação original de Kirby).

Originalmente New Gods foi publicada em série bimestral com onze números (março de 1972- novembro de 1972).

Em 1984 a DC Comics re-editou a série original em The New Gods,…