Pular para o conteúdo principal

#LSH Reboot, 1994-95: The quick and the dead

[The quick and the dead]
O enterro de Cullen acontece em Legionnaires #19 (nov/1994) em The quick and the dead de Mark Waid & Tom McCraw (plot), Tom Peyer (script), Jeffrey Moy (lápis) e Ron Boyd (finais). Brande tem um grande discussão com a Presidente sobre a maneira de conduzir a Legião. Ela está mais interessada nos dividendos políticos da ideia, a rápida aceitação entre os planetas participantes e a entrada de novos mundos nos Planetas Unidos.

A edição ainda conta com mais três tramas. Numa delas Saturn Girl não consegue ler a mente dos assassinos contratados para matar Brande. Mas graças a uma distração de Live Wire consegue o nome de Roderick Doyle, que momentos depois é preso por Invisible Kid e Chameleon, após o durlaniano se disfarçar como um dos colaboradores de Doyle.

A terceira trama é sobre Xs, que Rokk percebeu que congelou no confronto com Tangleweb. Rokk dá conselhos para a moça, que está insegura, especialmente em função da morte de Kid Quantum. Mas a garota se põe à prova quando, durante o funeral de James percebe que há uma bomba no caixão de herói tombado. Correndo contra o tempo, Xs consegue retirar todos os membros da Legião, além da Presidente e Brande, da área de ação da bomba.

A quarta trama se passa em Angtu, um mundo devastado por gases tóxicos. O último sobrevivente, mesmo utilizando uma roupa protetora aparente já ter sido modificado e possui um toque energético. Ele lamenta a destruição provocada pelo industrial McCauley, mas decide destruir o planeta e morrer no processo, uma libertação final.

Ele consegue iniciar uma reação em cadeia e destruir Angtu, mas sobrevive à deriva nos destroços.

A história de Mano continua em Legion of Super-Heroes v4 #63 (dez/94) com “Things at hand!” de Waid & McCraw; Moder, Brian Apthorp, Scott Benefiel e Ron Boy e Tom Simmons e em Legionnaries #20 (dez/94) The Descent of Mano! de Tom Peyer, Jeffrey Moy e Phillip Moy. Na primeira parte Mano ataca a base de Leland McCauley na lua e desesperado, pede auxílio ao rival RJ Brande, que envia os legionários.

Nesta edição conhece os athramites que é uma raça com 47 sentidos que será responsável com artefatos mecânicos, marketing e vestuário dos legionários. A Legião também tem o primeiro contato com o rato de laboratório Querl Dox, que sempre está ocupado no laboratório. Estreia também nesta edição a sede da equipe.

Após um confronto com a equipe Mano destrói a redoma de proteção e na edição seguinte Cosmic Boy se esforça ao máximo para salvar os amigos com um auxílio providencial de Chameleon. Contatado, Brainiac 5 deduz que Mano está repousando para reunir forças para destruir a lua. Os heróis adolescentes do futuro iniciam uma busca, encontram e derrotam o amargo sobrevivente de Angtu, que fica sob os cuidados de Leland, que deseja estudar o processo de geração de energia e o potencial energético.

Live Wire é convocado à sala da Presidente dos Planetas Unidos e o avisa que Winath, seu mundo natal, enviou um outro adolescente super-poderoso para substituí-lo: sua irmã Ayla.

 
 

 

Postagens mais visitadas deste blog

EaD: Como estudar sozinho em casa

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas por que há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas por que ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.

Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.

Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.

A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.

Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.

Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.

Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.

Após enterrar uma bomba de hidrogên…

Os Vingadores vs O Esquadrão Supremo

(Ou Como as histórias não são realmente como nos lembramos)
Não tenho nenhum entusiasmo pelos encontros entre Os Vingadores e Esquadrão Supremo. Nenhum! Ao contrário acho histórias imbecis, mas talvez seja um ranço contra Roy Thomas. Explico: na infância eu odiava os Vingadores de Thomas e por extensão o próprio, mas gostava muito da arte de Conan (Buscema & Zuñiga) ou qualquer coisa feita por Neal Adams como a Guerra Kree-Skrull ou X-Men.

Já adulto um amigo disse que o sujeito era bom e eu fui reler as histórias: não eram tão ruins quanto a lembrança. Inclusive conheci e comprei os setenta números de All-Star Squadron que eram do próprio.
Por fim, descobri que metade daquilo que eu não gostava em Thomas na verdade não era dele... era do Englehart, um sujeito também superestimado pela indústria, que só acertou uma vez: em Batman!
Vencido o preconceito contra o escritor, veio o problema da maturidade: as histórias dos anos 1960 só funcionam lá, especialmente as de super-grupos co…