Pular para o conteúdo principal

Review: Coisas frágeis

Coisas Frágeis é uma simpática coletânea de contos de Neil Gaiman, autor inglês famoso por ter escrito Sandman para a DC Comics. Desde que encerrou a série em quadrinhos, mister Gaiman não tem feito grandes trabalhos nos quadrinhos, entre eles Marvel Knight 1602 (para a Marvel) e O quê aconteceu com o cavaleiro das trevas? (aqui), mas tem uma carreira ascendente na literatura, criando bons livros como O livro do cemitério (aqui) e Os filhos de Anansi (aqui) e obras primas como Deuses Americanos.

Se Gaiman já provou que consegue dominar hq's e a literatura extensa com eficiência, com Coisas Frágeis prova que domina perfeitamente a arte de narrar histórias curtas.

Advirto, no entanto, que para ler Gaiman é necessário pré-conhecimento. Porém isto não impede aos neófitos de gostarem da obra. Já aos iniciados o sabor do mel é mais suave. É assim no conto "Um estudo em esmeralda", onde ele brinca com nossa percepção dos fatos e somente quem tem pré-conhecimento da obra de Sir Arthur Conan Doyle e HP Lovecraft poderá curtir e entender a sutileza por completo. Mas não impede que o iniciante goste (e entenda).

Chama atenção, além de "Um estudo em esmeralda", os contos "A vez de outubro" - que tem um eco de O livro do cemitério, "Lembranças e tesouros", "Golias", "Como conversar com garotas em festas" e o excelente apêndice de Deuses Americanos, "O monarca do vale".

Indicado para quem gosta do gênero contos.

Postagens mais visitadas deste blog

EaD: Como estudar sozinho em casa

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas por que há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas por que ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.

Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.

Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.

A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.

Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.

Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.

Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.

Após enterrar uma bomba de hidrogên…

O único animal, Luís Fernando Veríssimo

O homem é o único animal...
...que ri
...que chora
...que chora de rir
...que passa por outro e finge que não vê
...que fala mais do que papagaio
...que está sempre no cio
...que passa trote
...que passa calote
...que mata a distância
...que manda matar
...que esfola os outros e vende o pêlo
...que alimenta as crias, mas depois cobra com chantagem sentimental
...que faz o que gosta escondido e o que não gosta em público
...que leva meses aprendendo a andar
...que toma aula de canto
...que desafina
...que paga pra voar
...que pensa que é anfíbio e morre afogado
...que pensa que é bípede e tem problema de coluna
...que não tem rabo colorido, mas manda fazer
...que só muda de cor com produtos químicos ou de vergonha
...que tem que comprar antenas
...que bebe, fuma, usa óculos, fica careca, põe o dedo no nariz e gosta de ópera
...que faz boneco inflável de fêmea
...que não suporta o próprio cheiro
...que se veste
...que veste os outros
...que despe os outros
...que só lambe os outros
...que tem cotas de emigração
...qu…