Pular para o conteúdo principal

Lançamento: Os Vingadores #91

Começou a novíssima série da Panini Comics, Os Vingadores, cuja numeração dá sequência à Novos Vingadores, que por sua vez deu sequência à Os Poderosos Vingadores. Alguns fãs americanos iriam considerar três séries distintas e no início ou no fim iriam por uma observação “continuação de ...” ou “continua em...”. Já por aqui, alguns consideram apenas uma série com vários nomes e outros, como eu, preferem concordar com os americanos.

É uma edição de início, ainda que seja publicada a edição americana The New Avengers Final (junho/2010) que coloca um ponto final na saga da equipe. Logo após a queda de Asgard, da prisão de Norman Osborn e da derrota do Sentinela a equipe decide ir atrás do Capuz e Madame Máscara. Com roteiro de Brian Michael Bendis, lápis de Bryan Hitch e Stuart Immonen e finais de Butch Guice, Andrew Currie e Karl Story a história é excelente e tem um alto nível de ação e adrenalina. Há uma série de pin-ups de páginas duplas de artistas consagrados que trabalharam com a equipe.

Altamente aconselhável.

Depois das 63 páginas da história anterior temos a primeira edição da atual série Avengers, iniciada em julho de 2.010. Steve Rogers, o atual secretário de segurança dos EUA, que pediu ao presidente para derrubar a Lei de Registro, reúne a nova equipe dos Vingadores, cujo tronco principal será Thor, Homem-Aranha, Gavião Arqueiro, Wolverine, Capitão América (Bucky), Mulher-Aranha e Homem de Ferro, sob o comando de Maria Hill, ex-diretora da SHIELD entre Nick Fury e Tony Stark.

De imediato, graças à Kang – o conquistador, descobrem que seus filhos no futuro, após um grande desastro, controlam o mundo com selvageria. Caberá à equipe convidar um último membro e tentar viajar para o futuro para remediar a situação. Por Brian Michael Bendis, John Romit Jr. e Klaus Janson.

A partir da próxima edição teremos New Avengers volume 2 e Avengers Academy, mostrando que a Marvel intensifica a exploração da franquia Avengers, preparando o terreno para o filme.

Não custa sonhar que com este ambiente favorável a Panini programe uma séries “Os maiores clássicos dos Vingadores” com texto de Roger Stern e arte de John Buscema e a republicação da fase Kurt Busiek, especialmente as edições com arte de George Pérez.

Postagens mais visitadas deste blog

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas porque há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas porque ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.
Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.
Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.
A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.
Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.
Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.
Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.
Após enterrar uma bomba de hidrogênio…

EaD: Como estudar sozinho em casa

Árvore genealógica do Superman

Em Krypton Chronicles, uma série que contava a história dos ancestrais de Kal-El a DC publicou a árvore genealógica abaixo.

Divirta-se!