Pular para o conteúdo principal

Infinity Inc.: Millennium

No final de 1.987 o mercado vivia o padrão de eventos anuais que ainda iria durar pelo menos mais ¾ de década e depois tornaria-se cíclico (vai e volta na indústria de quadrinhos). O evento da DC Comics daquele final de ano era Millennium (Milênio, no Brasil) onde os Guardiões do Universo escolhiam alguns humanos para ascenderem o degrau evolucionário e tornarem-se os “Novos Guardiões”, talvez algo próximo a deuses.

A bobagem foi escrita por gente de competência como o grande escritor Steve Englehart, conhecido por trabalhos com Capitão América, Vingadores, Defensores e uma rápida passagem e emblemática em Batman. Apesar da competência de Englehart o evento tornou-se nota de rodapé nos anais dos quadrinhos e muita gente entende que já foi anulado cronologicamente.

Em Infinity Inc. #46-47, de janeiro-fevereiro de 1.988 (data de capa), os herdeiros da Sociedade da Justiça da América, tinham que dar as graças no evento e ter sua participação. A temática principal é que os Caçadores Cósmicos tinham um traidor posicionado próximo a cada herói do Universo DC. O caçador cósmico posicionado no grupo Corporação Infinito era Marcie Cooper, neta de Dan Richards (um dos Caçadores da DC Comics, que tinha dois personagens com este nome, um comprado da Quality Comics) e atual namorada do Obsidian.

(Lembre-se que na atual cronologia o garoto é homossexual; veja em Sociedade da Justiça #02.)

Ela convida Obsidian a trair a equipe depois de roubar os óculos de Molly, a Harlequin original (viúva do Lanterna Verde Allan Scott, então tido como morto) e assume a identidade, posteriormente entrando em conflito com Molly e seu próprio avô, que morre ao final da aventura. A luta ocupa metade das edições, deixando a outra metade para a segunda trama.

A segunda trama mostra duas ações ligadas ao Milênio, já que Herupa e Nadia pedem à equipe que resgate Jason Woodrue nos Pântanos (na edição #46) o quê permite que encontrem Solomon Grundy, que estava sob responsabilidade judicial da equipe e desaparecido e na edição seguinte tem que levar Betty Clawman – outra dos escolhidos para evoluir – para os Outbacks australianos, uma trama sem ação realmente, já que eles não encontram os Caçadores Cósmicos e serve apenas como um registro da cultura aborígene. Participação de Demônio da Tasmânia, o único herói australiano.

Um simpático arco e uso bem adequado da trama geral do evento, mesmo que hoje soe estranho ocupar uma equipe de heróis como companhia aérea.

Por Roy Thomas, Argondezzi e DeZuniga.

Postagens mais visitadas deste blog

EaD: Como estudar sozinho em casa

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas por que há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas por que ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.

Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.

Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.

A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.

Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.

Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.

Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.

Após enterrar uma bomba de hidrogên…

O único animal, Luís Fernando Veríssimo

O homem é o único animal...
...que ri
...que chora
...que chora de rir
...que passa por outro e finge que não vê
...que fala mais do que papagaio
...que está sempre no cio
...que passa trote
...que passa calote
...que mata a distância
...que manda matar
...que esfola os outros e vende o pêlo
...que alimenta as crias, mas depois cobra com chantagem sentimental
...que faz o que gosta escondido e o que não gosta em público
...que leva meses aprendendo a andar
...que toma aula de canto
...que desafina
...que paga pra voar
...que pensa que é anfíbio e morre afogado
...que pensa que é bípede e tem problema de coluna
...que não tem rabo colorido, mas manda fazer
...que só muda de cor com produtos químicos ou de vergonha
...que tem que comprar antenas
...que bebe, fuma, usa óculos, fica careca, põe o dedo no nariz e gosta de ópera
...que faz boneco inflável de fêmea
...que não suporta o próprio cheiro
...que se veste
...que veste os outros
...que despe os outros
...que só lambe os outros
...que tem cotas de emigração
...qu…