Pular para o conteúdo principal

Redenção Perdida

Em JSA #60-62 de Geoff Johns (texto), Don Kramer (lápis)/Keith Champagne (finais) e Tom Mandrake (arte), temos uma narrativa sobre consequências, pecados e redenção destes. Em 1.953, Espectro toma frente numa investigação que estava conduzindo em parceria com o Sr. Incrível (Terry Sloane), julgando e punindo Roger Romaine por crimes ligados ao ocultismo. Anos depois com o nome de Espírito-Rei, Romaine foge do inferno possui Flash e mata o primeiro Sr. Incrível – veja aqui.

No presente o Espectro (nesta época, Hal Jordan) está descontrolado, punindo com ardor violento crimes menores, sem dar chance de redenção às pessoas. O arco todo tem um foco místico, de modo a mostrar ao Sr. Incrível (o atual) que existe algo além da matéria.

Numa bela passagem, Incrível pergunta a Meia-Noite o quê está fazendo numa igreja. Ele está rezando e inicia uma gradual interferência para levar Incrível para a igreja. Sr Incrível deixa claro ao leitor a dor que a ausência de sua esposa traz à ele num belo diálogo, que nos ensina que os personagens de quadrinhos não tem de ser bidimensionais, mas pessoas-ficcionais tão complexas quanto somos de fato.

A ação se concentra no acontecimento da nova fuga do Espírito-Rei do inferno e que ele está controlando as almas das pessoas que foram assassinadas pelo Espectro.

A história também permite estabelecer um ciclo para Hal Jordan, a saber. Hal Jordan era o maior de todos os Lanternas Verdes, mas se corrompeu em Zero Hora, sacrificando anos depois para salvar a nossa estrela-mãe, o Sol (em A noite final). Anos depois em O dia do julgamento (O retorno do herói, no Brasil) dos mortos foi escolhido para ser o elo humano do Espectro, quando Jim Corrigan foi para o descanso eterno definitivo. Johns responsável por O dia do julgamento queria trazer o herói à pauta do dia e o fez com excelência. Criaria no ano seguinte Lanterna Verde: Renascimento e todos os desdobramentos que nos trazem hoje ao arco A noite mais densa.

O Rei Espírito traz de volta alguns espíritos em corpos putrefatos semelhantes à zumbis e os faz atacar aos heróis em vários locais. Durante a ação Sr Incrível é ferido e passa por uma experiência de quase morte, o que o faz iniciar uma visita aos templos religiosos com o colega Meia-Noite.

Como parte da história começou em função de Hal Jordan discordar da postura “olho-por-olho” do Espectro, depois de receber uma mensagem do além enviado por Corrigan através de um padre, Jordan aparentemente aceita o seu papel como espírito da vingança e consegue exorcizar o Espírito-Rei (que possuiu outra vez Flash para matar outro Sr. Incrível), enviando-o ao inferno.

Bom arco, história bem narrada, arte adequada ao conteúdo e um questionamento correto sobre o perdão de pecados. Talvez um resumo fique-se com a impressão errada que tudo poderia ser evitado se Hal Jordan não questionasse seu papel como espírito da vingança. A história torna o angustiado herói tridimensional, pois mostra o espírito da vingança como necessário e que seu excessos nem sempre são tolerados pelos humanos que são seu vínculo.

Vale a pena.

Veja aqui outros arcos da série JSA.

Postagens mais visitadas deste blog

EaD: Como estudar sozinho em casa

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas por que há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas por que ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.

Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.

Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.

A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.

Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.

Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.

Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.

Após enterrar uma bomba de hidrogên…

O único animal, Luís Fernando Veríssimo

O homem é o único animal...
...que ri
...que chora
...que chora de rir
...que passa por outro e finge que não vê
...que fala mais do que papagaio
...que está sempre no cio
...que passa trote
...que passa calote
...que mata a distância
...que manda matar
...que esfola os outros e vende o pêlo
...que alimenta as crias, mas depois cobra com chantagem sentimental
...que faz o que gosta escondido e o que não gosta em público
...que leva meses aprendendo a andar
...que toma aula de canto
...que desafina
...que paga pra voar
...que pensa que é anfíbio e morre afogado
...que pensa que é bípede e tem problema de coluna
...que não tem rabo colorido, mas manda fazer
...que só muda de cor com produtos químicos ou de vergonha
...que tem que comprar antenas
...que bebe, fuma, usa óculos, fica careca, põe o dedo no nariz e gosta de ópera
...que faz boneco inflável de fêmea
...que não suporta o próprio cheiro
...que se veste
...que veste os outros
...que despe os outros
...que só lambe os outros
...que tem cotas de emigração
...qu…