Pular para o conteúdo principal

A sombra de Batman

Batman, Superman, Homem-Aranha, X-Men e Vingadores são alguns dos personagens que tem muitas títulos relacionados.

A sombra de Batman é a série nacional que irá publicar algumas das séries relacionadas ao homem-morcego como a tolinha As sereias de Gotham com Mulher-Gato, Hera Venenosa e Arlequina com roteiro de Paul Dini. Dini um dos criadores de Arlequina, já havia feito uma dupla entre ela e Hera numa edição especial, e traz uma certa respeitabilidade à série, que irá navegar entre o humor e sutil cinza que pode ser feito por três vilãs que não se regeneraram.

Muito mais interessante é a série Detective Comics estrelado por Batwoman por Greg Rucka e JH Williams III. Batwoman é uma nova personagem da DC Comics surgida na série semanal 52 e havia sido amante de Renee Montoya – a atual Questão – anos antes. O traço de Williams tem estilo e a história de Rucka trata sobre o novo dirigente da religião do crime, uma seita que já tentou assassinar a senhorita Kane em 52 e havia eleito Montoya como dirigente numa série publicada pouco depois. A melhor coisa para descrever a série: é uma experiência! Se o texto de Rucka não traz muito de novo para quem já está acompanhando o seu desenvolvimento de personagens – ele trabalha com Montoya desde Terra de Ninguém em 1.999 – pelo menos temos belas paisagens.

Robin Vermelho é um desdobramento racional: com o mentor de Tim Drake aparentemente morto, Ra's Al Ghul quer trazer o garoto para junto de si, assim como tentou com o próprio Batman. Mas Drake – que acredita que Batman está vivo, sabe-se lá o por que – está em busca de um lugar no mundo e pistas que indiquem que o morcego está vivo.

Bem... pelo menos ele viu o cadáver nas mãos do Superman!

Batgirl mostra Stephanie Brown, a Salteadora e quarta Robin, que retornou dos mortos numa das desculpas mais esfarrapadas dos quadrinhos – era o cadáver de uma indigente e não o meu! - assume o manto de Batgirl, sob a supervisão indireta de Batman & Robin. Série para adolescentes, com os típicos problemas de dupla identidade, identidade secreta, escola, gangues, relacionamentos com os pais e etecetera e tal. Não é exatamente a minha melhor aposta...

Batman Confidential traz o retorno do Espreitador – veja aqui – e se torna incoerente por que retrata a doutora Leslie Thompkins do jeito que Michael Golden fez em Batman Special. Basta avançar algumas páginas, na história da Batgirl, onde a doutora é uma das coadjuvantes e ver a mudança. Apesar disto é muito bom ver Batman com a arte de Rags Morales e a trama mostra o retorno do vilão que teria uma origem semelhante – em termos – à do homem-morcego, envolvendo Jim Gordon e suas ações na primeira noite de patrulha. É sempre bom – e chato – lembrar que Gordon no pós Crise veio de Chicago já tenente.

De qualquer modo uma história boa por resgatar uma aventura a ser lembrada.

No geral A sombra de Batman merece uma atenção especial.

Postagens mais visitadas deste blog

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas porque há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas porque ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.
Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.
Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.
A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.
Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.
Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.
Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.
Após enterrar uma bomba de hidrogênio…

EaD: Como estudar sozinho em casa

A Saga do Quarto Mundo: Novos Deuses, volume 1 e 2

Ponto central a Saga do Quarto Mundo em New Gods (Novos Deuses em português) temos as aventuras de Orion sozinho ou auxiliado por Magtron e humanos. A parceria entre um deus e humanos seria evocada novamente em Os Eternos (1.976-78) do mesmo Jack Kirby. Em ambas as séries, após a parceria inicial os humanos seriam abandonados.

Aqui a macro-trama é que na Terra o deus maligno Darkseid tem pistas de uma fórmula chamada equação anti-vida ao qual deseja com objetivos próprios. Orion, filho de Darkseid mas criado pelo benigno Pai Celestial, é o nêmese de seu pai e está destinado a matá-lo.

Além de New Gods a Saga do Quarto Mundo foi publicada nos primeiros volumes das séries Mr Miracle (Senhor Milagre), Forever People (Povo da Eternidade) e Superman Pal's Jimmy Olsen (a única que não foi criação original de Kirby).

Originalmente New Gods foi publicada em série bimestral com onze números (março de 1972- novembro de 1972).

Em 1984 a DC Comics re-editou a série original em The New Gods,…