Pular para o conteúdo principal

Vampiros e lembranças, I

35 anos atrás em junho de 1.975, Stephen King publicava seu segundo romance de terror, chamado 'Salem's Lot. O título original do romance deveria ser “The Second Coming” mas o autor alterou para “Jerusalem's Lot”, que a editora preferiu alterar para uma corruptela da palavra “Jerusalem”.

As razões das alterações seriam conotações religiosas.

A história é um delicioso compêndio de mais de 550 páginas que narra o retorno do escritor Benjamin Mears à cidadezinha de “Jerusalem's Lot” para exorcizar fantasmas do passado e escrever mais um romance, cujo ponto central seria uma mansão mau-assombrada nos arredores. Junto com a chegada de Ben, inicia-se uma série de crimes misteriosos e cadáveres desaparecem, além de mortos ressurgirem do túmulo deixando claro uma infestação de vampiros.

* * *

O romance chama a atenção por delinear a personalidade dos habitantes da cidade.

Temos uma visão bem realista da líder de torcida que engravidou do primeiro macho alfa que encontrou e teve um filho que não queria e espanca o bebê; do sujeito que vive de favores na pensão em troca de trabalho, mas que no passado teve um brevíssimo relacionamento com a dona da pensão; do padre – Callahan, que voltaria a aparecer em outras obras de King – que perdeu a fé e se tornou pragmático demais, entre outros personagens fascinantes.

* * *

A obra foi adaptada duas vezes para a TV no formato minissérie. Uma em '79 e outra em 2.004 pela TNT com Rob Lowe no papel principal. Apesar de bom elenco a fotografia clara e nítida – própria para um programa de TV, diga-se de passagem – elimina parte da expectativa das sombras gerada pelo livro.

Assim como “O cemitério” e “O iluminado”, outras obras de King adaptadas para cinema e TV, o público logo tem empatia com um dos coadjuvantes da obra, Mark Petrie, um garoto pré-adolescente. Leitor de revistas em quadrinhos de terror, Petrie descobre toda a trama bem mais rápido que os adultos do livro.

No livro fica-se a impressão de que Petrie é pouco mais que um menino e sua trama fala sobre o amadurecimento e a perda dos entes queridos. Na série de TV de 2004 ele já é um adolescente com um comportamento distinto – um dos garotos-problema da cidade.

O final da série de TV de 2004 difere bastante do final do livro.

Postagens mais visitadas deste blog

EaD: Como estudar sozinho em casa

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas por que há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas por que ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.

Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.

Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.

A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.

Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.

Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.

Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.

Após enterrar uma bomba de hidrogên…

O único animal, Luís Fernando Veríssimo

O homem é o único animal...
...que ri
...que chora
...que chora de rir
...que passa por outro e finge que não vê
...que fala mais do que papagaio
...que está sempre no cio
...que passa trote
...que passa calote
...que mata a distância
...que manda matar
...que esfola os outros e vende o pêlo
...que alimenta as crias, mas depois cobra com chantagem sentimental
...que faz o que gosta escondido e o que não gosta em público
...que leva meses aprendendo a andar
...que toma aula de canto
...que desafina
...que paga pra voar
...que pensa que é anfíbio e morre afogado
...que pensa que é bípede e tem problema de coluna
...que não tem rabo colorido, mas manda fazer
...que só muda de cor com produtos químicos ou de vergonha
...que tem que comprar antenas
...que bebe, fuma, usa óculos, fica careca, põe o dedo no nariz e gosta de ópera
...que faz boneco inflável de fêmea
...que não suporta o próprio cheiro
...que se veste
...que veste os outros
...que despe os outros
...que só lambe os outros
...que tem cotas de emigração
...qu…