Pular para o conteúdo principal

Crise Final: O apocalipse

Chegou às nossas bancas a quarta edição Crise Final, Edição Especial. Traz metade a minissérie "Crise Final: O apocalipse".

A série é escrita por Greg Rucka, com lápis de Philip Tan e Jonathan Glapion.

A relevância é a seguinte: na série Crispus Allen, agora morto e ligado ao Espírito da Vingança de Deus, ou seja, o Espectro, depois de matar os assassinos de J'Onn J'Onzz e tentar, sem sucesso, matar Libra, o agente de Darkseid, recebe a ingrata missão de matar Renee Montoya, ex-parceira na Delegacia de Polícia de Gotham City, e agora a nova Questão da "Nova Terra".

Em paralelo, o surgimento da personagem Misericórdia, o profundo arrependimento de Allen por ter matado o próprio filho - já agindo como Espectro -, ações dos seguidores de Caim (que encarna em Vandal Savage) e o momento da disseminação do vírus da Equação Anti-Vida.

Se o texto é bom, a arte não ajuda. É confusa e tosca, mal feita. De qualquer modo é sempre bom ver que Rucka continua a saga de seus personagens.

Ele começou a trabalhar com eles em Detective Comics (2 anos), depois GCDP (4 anos) - onde ao final Allen morre e Montoya, revelada como homossexual e decepcionada com a investigação do assassinato do amigo, abandona a polícia - e depois com 52 (onde Montoya é personagem principal e se torna Questão) e Espectro (onde Allen torna-se o Espectro). Questão/Montoya retornou em "A Bíblia do Crime", uma das consequências de 52.

Apesar da arte não decepciona.

Postagens mais visitadas deste blog

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas porque há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas porque ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.
Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.
Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.
A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.
Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.
Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.
Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.
Após enterrar uma bomba de hidrogênio…

Árvore genealógica do Superman

Em Krypton Chronicles, uma série que contava a história dos ancestrais de Kal-El a DC publicou a árvore genealógica abaixo.

Divirta-se!

EaD: Como estudar sozinho em casa