Pular para o conteúdo principal

Sociedade da Justiça da América em Adventure Comics, II

Em Adventure Comics #465 pelo “Countdown to a disaster” por Paul Levitz, Joe Staton e Dave Hunt nossos heróis tem a ingrata função de encontrar uma cápsula negra com veneno que poderá matar toda a população de Gotham City.

História padrão com cronômetro contando e bastante erros de avaliação. Termina com o Sr. Incrível original chegando a tempo do cross-over anual de 1979 com a Liga da Justiça (veja aqui), que iniciaria em Justice League of America v1 #171.

A segunda e última história desta fase (“O homem que derrotou a Sociedade da Justiça”) é narrada por Caçadora a sua amiga, Poderosa, permitindo aos leitores a oportunidade de ler a conclusão do encontro anual de 1.979 em Justice Leauge of America v1 #173. A história se passa em 1.951, meses após os eventos de All-Star Comics #57. Um criminoso é contratado para aprisionar a Sociedade e após ser derrotado a equipe recebe uma intimação para aparecer diante do Comitê de Atividades Não Americanas e explicar se estavam ligadas a potências estrangeiras. Um dos membros exige que como americanos a equipe revele suas identidades de modo que o Comitê possa rastrear seu passado.

A cena seguinte, já repetida em várias oportunidades, é emblemática. A Sociedade da Justiça desaparece do local após se recusar mostrar suas faces e ficaria doze anos sem agir, retornando apenas nos encontros anuais com Liga da Justiça (1963-1979) e na reestruturada série All-Star Comics (veja aqui). No universo unificado, sem a ação dos membros da Sociedade da Justiça, os EUA investiu em agentes secretos como a equipe denominada Força Tarefa X/Esquadrão Suicida. A moral da história é que um homem comum – um senador – pôde fazer aquilo que os criminosos não puderam – destruir a SJA.

Em Adventure Comics #466 (nov/dez, 1979) estava terminada mais uma fase da Sociedade da Justiça da América. Graças aos constantes encontros entre personagens de vários universos, aos encontros anuais da Liga/Sociedade da Justiça e a histórias de Caçadora nos títulos de Batman, a equipe não caiu no esquecimento.

Postagens mais visitadas deste blog

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas porque há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas porque ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.
Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.
Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.
A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.
Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.
Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.
Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.
Após enterrar uma bomba de hidrogênio…

EaD: Como estudar sozinho em casa

A Saga do Quarto Mundo: Novos Deuses, volume 1 e 2

Ponto central a Saga do Quarto Mundo em New Gods (Novos Deuses em português) temos as aventuras de Orion sozinho ou auxiliado por Magtron e humanos. A parceria entre um deus e humanos seria evocada novamente em Os Eternos (1.976-78) do mesmo Jack Kirby. Em ambas as séries, após a parceria inicial os humanos seriam abandonados.

Aqui a macro-trama é que na Terra o deus maligno Darkseid tem pistas de uma fórmula chamada equação anti-vida ao qual deseja com objetivos próprios. Orion, filho de Darkseid mas criado pelo benigno Pai Celestial, é o nêmese de seu pai e está destinado a matá-lo.

Além de New Gods a Saga do Quarto Mundo foi publicada nos primeiros volumes das séries Mr Miracle (Senhor Milagre), Forever People (Povo da Eternidade) e Superman Pal's Jimmy Olsen (a única que não foi criação original de Kirby).

Originalmente New Gods foi publicada em série bimestral com onze números (março de 1972- novembro de 1972).

Em 1984 a DC Comics re-editou a série original em The New Gods,…