Pular para o conteúdo principal

Secret Origins Special: Pecados originais

Semana passada o meu amigo DJ Yuga – membro da banda Black Sonora de BH - lembrou desta edição de Origens Secretas publicada aqui em Superalmanaque DC #01 (1990).

Naqueles idos ele tinha 15 anos e eu 14 (às portas dos 15) e conseguia acompanhar tudo que saia por aqui da Abril e a maior parte do material da Editora Globo – como V de Vingança, Sandman, Orquídea Negra, etc.

A edição é especial para mim por causa da bela capa lembrada por ele e também por ser a primeira história de Gaiman para o Universo DC padrão que li. Sim, eu tinha lido Orquídea Negra e já acompanhava Sandman, mas para os personagens padrão da editora este foi o primeiro contato.

Outro detalhe, pouco lembrado, é que a edição vinha com Batman (3ª série, em formato americano) #0, com um história que rememorava a origem do homem-morcego e suas motivações. Por favor não confunda este #0 com o número 0 da quinta série do personagem pela Abril que tinha ligações com um evento da editora chamado “Zero Hora”.

Nesta edição 0 tinha um prelúdio para “As muitas mortes de Batman” que seria reprisado na edição #01, mas a história completa não seria.

1ª história – Repórter quer fazer matéria sobre Batman e seus vilões. Em Gotham recebe o aviso de Batman e vai servindo como elo de ligação entre as origens de Charada, Pingüim e Duas-Caras.
A – Neil Gaiman D – Mike Hoffman F – Kevin Nowlan

2ª história – A história do Pingüim narrada por um comparsa, dando foco na humilhação que o culto Cobblepott sofreu nas mãos de um garoto na infância e sua vingança já adulto e criminoso.
A – Alan Grant Arte – Sam Keith

3ª história – Seria impossível dizer que esta história é a origem secreta do Charada, mas o é. Numa narrativa saudosista, Charada brinca com os repórteres deixando-os mais confusos do que sábios.
A – Neil Gaiman Arte – Matt Wagner

4ª história – Criminoso foge da cadeia e seqüestra a esposa de Harvey Dent, obrigando-o a salva-la. Posteriormente ela narra o fato para a equipe de TV, mas a uma discrepância cronológica: na narrativa Harvey seria órfão, o quê foi anulado. Harvey tem pai, e maus tratos na infância iniciaram sua dupla personalidade.

Outro detalhe: mostra a esposa de Harvey, Grace, como uma esposa que sempre irá esperar o retorno de Dent. Na minissérie Duas-Caras ataca duas vezes é mostrado que ela contraiu matrimônio com outra pessoa.

Há no mínimo mais três histórias que narram versões para a origem do Duas-Caras: Faces, uma edição de Batman Annual; Batman & Duas: Crime & Castigo e O longo dia das bruxas. Escolha a mais adequada.
A – Mark Verheiden D – Pat Broderick F – Dick Giordano

Postagens mais visitadas deste blog

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas porque há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas porque ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.
Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.
Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.
A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.
Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.
Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.
Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.
Após enterrar uma bomba de hidrogênio…

EaD: Como estudar sozinho em casa

Árvore genealógica do Superman

Em Krypton Chronicles, uma série que contava a história dos ancestrais de Kal-El a DC publicou a árvore genealógica abaixo.

Divirta-se!