Pular para o conteúdo principal

Star Wars, A trilogia de Thraw III: A última ordem

 
Gente como eu penei! 20 anos depois de iniciado eu finalmente terminei! E como sofri.

Primeiro passei 17 destes 20 anos procurando os volumes dois e três do arco (A Editora Aleph republicará a série em 2015). Depois reli OS HERDEIROS DO IMPÉRIO e li O DESPERTAR DA FORÇA NEGRA. Mas A ÚLTIMA ORDEM não me prendeu. Comecei e sofri nas primeiras 125 páginas durante meses, sempre interrompendo com outras leituras. Mas eis que consegui, em um último fôlego encerrar as 467 páginas do livro, tornando o arco um calhamaço de mais de 1.200 páginas.

Devo dizer que não me arrependi.

[A trama até aqui]
Capitão PELLAEON, Grande Almirante Thrawn e Mara Jade
Cinco anos após a BATALHA DE ENDOR surge um novo gênio militar no IMPÉRIO o GRANDE ALMIRANTE THRAWN, um alienígena azul, e grande habilidade de comando. Thrawn poderá fazer a diferença na guerra entres os restos do Império e a Rebelião. Observe que o Império perdeu seu Imperador, mas suas unidades de comando continuam a manutenção. A morte do Imperador foi um revés terrível, mas que poderá ser contornado com a liderança correta. Thrawn é auxiliado pelo CAPITÃO PELLAEON no comando do QUIMERA e descobre três trunfos militares:
a) um clone JEDI, MESTRE JEDI JORUUS C'BAOTH. Um clone enlouquecido mas que controlará a frota do Império como PALPATINE fazia, permitindo grandes conquistas militares;
b) Em WAYLAND, um depósito do Império, dezenas de milhares de cilindros spaarti, que permite a produção de clones em série e em escala industrial;
c) A FROTA KATANA, uma frota de grande poder de fogo, perdida há algum tempo.

Pelo lado da NOVA REPÚBLICA, marca o nascimento dos gêmeos de Leia & Han e a apresentação do contrabandista KARRDE e de sua assistente MARA JADE, anteriormente a MÃO DO IMPERADOR ainda com a última missão em aberto: matar Luke Skywalker!

[A trama aqui]
Sim, a última ordem do título é realmente a última instrução de Palpatine à Mara Jade (“Matar Luke Skywalker!”) e sua relação de conflito, amor e ódio com o Jedi, assim como o conflito deste com as novas responsabilidades: terminar o treinamento de Leia, treinar os gêmeos e agora aquela fascinante senhorita. Reconstruir assim, a Ordem Jedi.

Mas para chegar a este ponto a trama é rocambolesca: Thrawn tem uma posição militar superior, novamente uma máquina de grande poder de destruição e CORUSCANT – sede do poder do Império, agora sob domínio da NOVA REPÚBLICA – sob sítio. Então uma nova missão: conseguir um aparato científico que equilibrará novamente as forças, emulando em muito a situação de O RETORNO DE JEDI.

O RETORNO DE JEDI também parece ser inspiração para WAYLAND com suas raças estranhas simpáticas aos rebeldes – em especial a raça noghri, apresentada nos volumes anteriores e fundamental para o arco – e ao combate orientado por uma força do MAL em um centro do IMPÉRIO. É inegável que o conflito Imperador X Darth Vader X Luke Skywalker orientou em muito o conflito C'baoth X Mara Jade X Luke em A última ordem – assim como o criativo uso de um certo clone, que justifica boa parte da trama do arco STAR WARS: DARK EMPIRE.

Com vários focos: a tensão entre Thrawn e C'baoth; a tentativa deste último em estar no controle do Império e seu desejo em ter como servos Leia, os gêmeos recém-nascidos, Luke e Mara Jade; a organização da Nova República e o conflitos de seus generais, além de muitos e muitos conflitos envolvendo os contrabandistas de Karrde, o livro consegue divertir… se você vencer o quarto inicial.

E ainda apresenta a fina elegância de encerrar tudo e… deixar (quase) tudo em aberto.

GUERRA NAS ESTRELAS Parte III: A ÚLTIMA ORDEM, Timothy Zahn, ISBN 85-7123-445-0, Editora Best Seller/Círculo do Livro, 1993.

Star Wars: A trilogia de Thrawn
ou
A trilogia Herdeiros do Império
1
2
3
A última ordem

Postagens mais visitadas deste blog

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas porque há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas porque ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.
Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.
Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.
A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.
Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.
Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.
Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.
Após enterrar uma bomba de hidrogênio…

Árvore genealógica do Superman

Em Krypton Chronicles, uma série que contava a história dos ancestrais de Kal-El a DC publicou a árvore genealógica abaixo.

Divirta-se!

EaD: Como estudar sozinho em casa