Pular para o conteúdo principal

Before Watchmen – Preâmbulo

Não sei se vocês sabem mas Sherlock Holmes, o filme recente, não não se originou em uma história escrita por Sir Arthur Conan Doyle.

A marca “Sherlock Holmes” pertence a uma empresa e esta negocia seu produto com quem quiser.

Durante o anos 1990 havia um “contrato não escrito” entre a Marvel e Frank Miller. Neste entendimento só o autor poderia escrever histórias de Elektra. A Marvel, claro, não cumpriu, até porque o autor havia abandonado o personagem Demolidor após a conclusão do arco “Born again” o que causou um mal estar.

DC Comics reagiu bem quando Neil Gaiman disse que não iria escrever histórias de Sandman, cancelou a série e passou a publicar somente os encadernados dos arcos. Mas passou a usar seu nome como consultor de várias séries derivadas. Nem todas de qualidade. E tem a paciência das grandes empresas para esperar o momento certo em que um autor irá produzir novas histórias do personagem (aviso: não há sequer rumor que Sandman seria escrito por outro autor no momento, ok?) (aviso 2: mas que acontecerá, acontecerá).

O problema Before Watchmen, um prelúdio para um livro tido como perfeito para muitos fãs, começa no fato que Watchmen é uma marca da DC Comics que pertence ao conglomerado de comunicação AOL-Time Warner e apesar do livro continuar a render dividendos seja na reimpressão contínua nos últimos 25 anos, seja na forma de um filme, a empresa quer mais.

Postagens mais visitadas deste blog

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas porque há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas porque ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.
Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.
Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.
A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.
Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.
Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.
Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.
Após enterrar uma bomba de hidrogênio…

EaD: Como estudar sozinho em casa

Árvore genealógica do Superman

Em Krypton Chronicles, uma série que contava a história dos ancestrais de Kal-El a DC publicou a árvore genealógica abaixo.

Divirta-se!