Pular para o conteúdo principal

Os melhores de 2011: Personagem e Evento em HQ

Personagem – Steve Rogers voltou dos mortos, tem uma série própria e aparece em mais uma meia dúzia. Hum... acho que foi mordido pelo Wolverine e foi contaminado pela mutação do canadense. Falando sério Ed Brubaker tem escrito um bom material para o eterno soldado americano tanto na série solo, como em suas participações em Captain America e Secret Avengers. Quando o herói está em Avengers e New Avengers Brian Michael Bendis, escritor destas séries não deixa cair a bola.




Evento do ano – Apesar de ser inédito no Brasil, o evento do ano é The New 52 onde novamente a DC Comics anulou sua cronologia (em termos) e permitiu que várias pessoas percebessem que a editora existe. Algumas coisas são naturalmente ruins, outras boas e outras uma excelente aposta, mas fica a lição de que marketing e boas equipes podem manter as vendas da editora em alta.
No fundo do cenário, sem que a gente realmente perceba as editoras DC, Marvel e Dark Horse inauguram a venda simultânea em formato impresso e digital e mudam as regras do mercado, terminando aquilo que as grandes redes de venda on-line iniciaram: exterminar as comics shops norte-americanas.


Ao final resta saber se a DC tivesse feito a mesma campanha de marketing agressivo e unido as mesmas equipes criativas nas mesmas séries sob um mesmo selo (The New 52), tivesse zerado as séries mas não a cronologia as vendas seriam as mesmas?

Mas concordemos que não teremos esta resposta.

Postagens mais visitadas deste blog

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas porque há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas porque ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.
Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.
Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.
A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.
Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.
Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.
Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.
Após enterrar uma bomba de hidrogênio…

EaD: Como estudar sozinho em casa

Árvore genealógica do Superman

Em Krypton Chronicles, uma série que contava a história dos ancestrais de Kal-El a DC publicou a árvore genealógica abaixo.

Divirta-se!