Pular para o conteúdo principal

Uma obra prima: Um sinal do espaço

A signal from space publicada em Série Graphic Album # 05, Editora Abril de junho de 1991 – Espetacular graphic novel de 130 páginas que estuda a fundo as mudanças das relações humanas provocadas pelo informacão que a NASA haveria recebido um sinal do espaço.

Os cientistas que tem acesso à informação em primeira mão entram em contato com agentes soviéticos, e o contato na embaixada russa comunica à Central de Inteligência, que então, envia o astrofísico Dr. Bludd, para investigar a situação que logo complica com a deserção dos cientistas.

Paralelamente a isto, e ampliando o elenco, temos um bêbado e uma garçonete que fundam uma igreja no estilo messiânico que pretende levar as pessoas para um novo começo; uma multinacional dirigida por um empresário inescrupuloso que deseja explorar a viagem e para tanto investe na igreja e em uma republiqueta africana que vive em regime ditatorial e para fugir de suas obrigações financeiras decide tornar-se colônia da suposta civilização alienígena.

A mesma multinacional do parágrafo anterior financia a campanha de um candidato à presidência muito semelhante à Nixon, de modo que possa controlar o primeiro contato.

O romance também questiona a moralidade da criação de novas espécies de vida, como a decisão em criar uma espécie fundida ao DNA humano para suportar os rigores da viagem ao espaço.

Muito superior a muitas obras do mestre Eisner por que troca o óbvio sentimentalismo da miséria humana presente em Um contrato com Deus e O edifício, por exemplo, pelo “óbvio sentimentalismo da miséria humana” com uma rocambolesca e deliciosa trama política e policial, agradando assim a todos os públicos.

Imperdível e merecendo uma nova edição no Brasil há anos.

Argumento & arte de Will Eisner, cores por André Le Blanc.

Postagens mais visitadas deste blog

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas porque há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas porque ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.
Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.
Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.
A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.
Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.
Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.
Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.
Após enterrar uma bomba de hidrogênio…

EaD: Como estudar sozinho em casa

Árvore genealógica do Superman

Em Krypton Chronicles, uma série que contava a história dos ancestrais de Kal-El a DC publicou a árvore genealógica abaixo.

Divirta-se!