Pular para o conteúdo principal

Oh! Céus!

Numa reportagem especial que deve ter ficado mofando na gaveta – ou no computador – até que não houvesse nenhuma desgraça para falar, VEJA (edição 2.201 de 26/01/2011) explica que devido a variações de grau no eixo da Terra e uma órbita elíptica os astros não atravessam as mesmas constelações de três mil anos atrás e o período é distinto, diminuindo razoavelmente um signo (Escorpião) e acrescentando outro (Serpentário).

Recentemente uma conhecida minha mudou a data do nascimento. Explico: a vô havia registrado-a no dia e mês errado. Ao reencontrar a mãe descobriu o fato.

Mudou algo? O horóscopo que leu e sempre achou correto em suas previsões perde o valor? As decisões tomadas com base nisto mudam?

O quê me impressiona é o fato da VEJA ceder sete páginas e capa à matéria (há outra neste “Especial” com a definição da situação de Plutão, 2 pgs). Para o público de horóscopo o assunto tem relevância e seria simples mostrar a nova tabela e um pequeno resumo, mas sete páginas para algo que não passa de crendice é um desperdício fundamental de papel, tempo e oportunidades.

Somado com as reportagens cíclicas como Carnaval, “Brasil na rota do grandes shows”, “Compras de Natal” e “Isso [um produto da área de informática] irá mudar sua vida!”, temos pelo menos um mês de desinformação por ano.

E não pense que com as concorrentes é diferente.

E enquanto isso os ladrões continuam roubando...

Postagens mais visitadas deste blog

EaD: Como estudar sozinho em casa

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas por que há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas por que ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.

Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.

Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.

A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.

Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.

Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.

Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.

Após enterrar uma bomba de hidrogên…

O único animal, Luís Fernando Veríssimo

O homem é o único animal...
...que ri
...que chora
...que chora de rir
...que passa por outro e finge que não vê
...que fala mais do que papagaio
...que está sempre no cio
...que passa trote
...que passa calote
...que mata a distância
...que manda matar
...que esfola os outros e vende o pêlo
...que alimenta as crias, mas depois cobra com chantagem sentimental
...que faz o que gosta escondido e o que não gosta em público
...que leva meses aprendendo a andar
...que toma aula de canto
...que desafina
...que paga pra voar
...que pensa que é anfíbio e morre afogado
...que pensa que é bípede e tem problema de coluna
...que não tem rabo colorido, mas manda fazer
...que só muda de cor com produtos químicos ou de vergonha
...que tem que comprar antenas
...que bebe, fuma, usa óculos, fica careca, põe o dedo no nariz e gosta de ópera
...que faz boneco inflável de fêmea
...que não suporta o próprio cheiro
...que se veste
...que veste os outros
...que despe os outros
...que só lambe os outros
...que tem cotas de emigração
...qu…