Pular para o conteúdo principal

Oh! Céus!

Numa reportagem especial que deve ter ficado mofando na gaveta – ou no computador – até que não houvesse nenhuma desgraça para falar, VEJA (edição 2.201 de 26/01/2011) explica que devido a variações de grau no eixo da Terra e uma órbita elíptica os astros não atravessam as mesmas constelações de três mil anos atrás e o período é distinto, diminuindo razoavelmente um signo (Escorpião) e acrescentando outro (Serpentário).

Recentemente uma conhecida minha mudou a data do nascimento. Explico: a vô havia registrado-a no dia e mês errado. Ao reencontrar a mãe descobriu o fato.

Mudou algo? O horóscopo que leu e sempre achou correto em suas previsões perde o valor? As decisões tomadas com base nisto mudam?

O quê me impressiona é o fato da VEJA ceder sete páginas e capa à matéria (há outra neste “Especial” com a definição da situação de Plutão, 2 pgs). Para o público de horóscopo o assunto tem relevância e seria simples mostrar a nova tabela e um pequeno resumo, mas sete páginas para algo que não passa de crendice é um desperdício fundamental de papel, tempo e oportunidades.

Somado com as reportagens cíclicas como Carnaval, “Brasil na rota do grandes shows”, “Compras de Natal” e “Isso [um produto da área de informática] irá mudar sua vida!”, temos pelo menos um mês de desinformação por ano.

E não pense que com as concorrentes é diferente.

E enquanto isso os ladrões continuam roubando...

Postagens mais visitadas deste blog

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas porque há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas porque ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.
Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.
Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.
A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.
Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.
Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.
Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.
Após enterrar uma bomba de hidrogênio…

EaD: Como estudar sozinho em casa

Árvore genealógica do Superman

Em Krypton Chronicles, uma série que contava a história dos ancestrais de Kal-El a DC publicou a árvore genealógica abaixo.

Divirta-se!