Pular para o conteúdo principal

SJA: Meus heróis

A última edição de Geoff Johns para a série americana JSA é de número # 81 de março de 2.006. As edições seguintes(#82-87) mostram um arco escrito por Paul Levitz.

Johns, ocupado com Crise Infinita, a reestruração dos Lanternas Verdes, o Superman e a finalização da participação em Flash e Teen Titans teve que tirar uma folga para se concentrar.

Levitz, como veremos, não fez feio. Mas não vamos nos adiantar. Com lápis de Dale Eaglesham e finais de Art Thibert – o time que seria a equipe inicial da série Justice Society of America volume 3 – a história é feita para traçar um perfil de Courtney Whitmore, a Sideral.

Personagem criada por Geoff Johns para a série Stars & Stripes (o autor foi aceito na editora mesmo oferecendo um material não solicitado) e apesar da vida curta (9 edições), Courtney tornou-se popular.


A série Stars & Stripes tentava copiar a dinâmica de outra dupla dos quadrinhos: Star-Splashed Kid & Stripesy. Nesta dupla o parceiro era o adulto (Stripesy) que tentava salvar o garoto das encrencas.

Stripesy é o padrasto de Courtney. Por favor não faça contas de idade. Ele é atualmente retratado como um homem de 40-45 anos, mas já era adulto na época da Era de Ouro.

Courtney tinha ciúmes da relação da mãe com Pat e tentou durante anos infernizá-lo, especialmente quando descobriu a identidade secreta do padrasto e o obrigou a recriar a dupla.

A história é um ritual de passagem para mostrar a personagem ao público.

Devido à Crise Infinita, Jesse Chambers – ex Jesse Quick, uma velocista que perdeu os poderes numa história do Flash escrita por Johns – assume o papel e poderes de sua mãe a Liberty Belle – uma heroína que recebia poderes quando o Sino da Liberdade é tocado, personagem da Era de Ouro foi líder do All-Star Squadron, foi esposa de Johnny Quick de quem se divorciou.

Ao notar que um dos raios cósmicos da tempestade anormal provocada pela Crise, destruiu um apartamento e seu ocupante, Shade – vilão imortal e regenerado, coadjuvante da série Starman de James Robinson – avisa à Courtney da morte de seu pai, ao qual nem ela, nem o público conhecem.

Ajuda a entender a simpatia de Johns por Courtney se o leitor soube que a personagem foi criada para homenagear a irmã falecida em um acidente aéreo.

Veja aqui os arcos da série JSA.






Postagens mais visitadas deste blog

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas porque há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas porque ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.
Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.
Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.
A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.
Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.
Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.
Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.
Após enterrar uma bomba de hidrogênio…

EaD: Como estudar sozinho em casa

Árvore genealógica do Superman

Em Krypton Chronicles, uma série que contava a história dos ancestrais de Kal-El a DC publicou a árvore genealógica abaixo.

Divirta-se!