Pular para o conteúdo principal

A Infinita Saga do Infinito, Parte VI: E com vocês... Warlock, Parte II

Warlock não ficaria no esquecimento por muito tempo já que em 1975 na série Strange Tales # 178-179 (Heróis da TV # 37, A Saga de Thanos # 4) por Jim Starlin, Warlock retorna e agora tem que enfrentar um poderoso ser: Magus que tem uma poderosa organização bélico-eclesiástica sob seu jugo.

Certamente foi o primeiro esboço das idéias que seriam apresentadas na série Dreadstar com o personagem Lorde Papel e a Instrumentalidade. A partir daí o herói assume a sina de “destruidor de falsos deuses”. É em Strange Adventures # 179 que surge outro importante coadjuvante da série: Pip, o troll, que logo torna-se parceiro inseparável de Adam.

Em Strange Adventures # 180 Warlock adverte Pip que sua jóia espiritual seria “(...) um verdadeiro demônio... um monstro assassino que eu preciso destruir!” E ao tentar retirá-la, Adam é tomado por dores lancinantes. Na edição seguinte surge a ameaçadora Gamora, cujo mestre ordenou que ela auxilie Warlock contra Magus. No final de Strange Tales # 181, finalmente confirma-se as suspeitas de que Magus é um alter-ego de Warlock! Magus é latim de “mago” e Warlock é inglês para “feiticeiro”, “bruxo” ou mesmo “mago”.

Com o sucesso da série de aventuras em Strange Tales, Warlock volta a ter uma série regular em 1975, continuando a numeração anterior. No nº # 09 (Heróis da TV # 41 e A Saga de Thanos # 05, janeiro de 1993, Editora Abril), Warlock descobre toda a verdade sobre Magus e é re-introduzido no Universo Marvel o vilão Thanos! A história de Magus é meio rocambolesca, mas, dentro dos padrões, crível, Warlock em algum momento do futuro enlouquece e ressurge 5 mil anos no passado iniciando uma gigantesca organização.

Thanos força Warlock a fazer uso da jóia espiritual, já que o herói temia usar a “vampira de almas”, e em Warlock # 10-11, enquanto o vilão enfrenta Magus, Adam limpa a sua trilha do destino que o tornaria Magus e elimina o vilão da existência! Ao eliminar o vilão sua influência e seus principais feitos também somem restando apenas Thanos, Warlock, Pip e Gamora com lembranças.

Postagens mais visitadas deste blog

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas porque há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas porque ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.
Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.
Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.
A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.
Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.
Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.
Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.
Após enterrar uma bomba de hidrogênio…

EaD: Como estudar sozinho em casa

Árvore genealógica do Superman

Em Krypton Chronicles, uma série que contava a história dos ancestrais de Kal-El a DC publicou a árvore genealógica abaixo.

Divirta-se!