Pular para o conteúdo principal

Vertigo continua sua trajetória com a edição 5

Apesar das mudanças de formato nas séries mensais da Marvel e DC e do cancelamento da revista “adulta” Marvel Max, a Panini continua a apostar as fichas no formato e modelo editorial de Vertigo.

O formato da série é diferenciado, trazendo 5 histórias por R$ 9,90 em contraponto ao formato “padrão” da Panini que é quatro histórias por R$ 7,95.

Nesta edição temos a estréia de Casa dos Mistérios de Matthew Sturges & Bill Willingham e arte de Luca Rossi & vários. O editorial lembra que o núcleo de terror da DC na Era de Bronze foi importante – algo que já apontei em uma matéria para a revista Crash – e que a Vertigo nada mais é do quê um desdobramento organizado da idéia que já existia nos anos 1.970. Sturges tenta se firmar e é apenas uma edição # 01, mas a onipresença de Neil Gaiman no selo Vertigo faz-nos remeter ao arco Fim dos Mundos da série Sandman onde pessoas narram histórias em uma taverna enquanto uma tempestade atinge os mundos conhecidos.

O restante da edição tem Hellblazer # 179 de Mike Carey & Marcelo Frusin, Vikings # 05 de Brian Wood & Davide Gianfelice com mais um capítulo de “O retorno de Sven”; a conclusão do arco “Hoka-Key” em Escalpo #05 de Jason Aaron & R.M. Guéra – sempre uma grata surpresa e o não tão empolgante assim Lugar Nenhum # 05 baseado no romance de Neil Gaiman com roteiro de Mike Carey e arte de Glenn Fabry.

A Panini em sua “revolu$ão” prometeu não mexer na série e o núcleo Vertigo/Wildstorm tem as promessas de 100 Balas volume 3; Preacher volume 7 (este já efetivamente publicado) e o Universo Wildstorm por Alan Moore.

Veremos.

Postagens mais visitadas deste blog

EaD: Como estudar sozinho em casa

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas por que há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas por que ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.

Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.

Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.

A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.

Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.

Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.

Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.

Após enterrar uma bomba de hidrogên…

O único animal, Luís Fernando Veríssimo

O homem é o único animal...
...que ri
...que chora
...que chora de rir
...que passa por outro e finge que não vê
...que fala mais do que papagaio
...que está sempre no cio
...que passa trote
...que passa calote
...que mata a distância
...que manda matar
...que esfola os outros e vende o pêlo
...que alimenta as crias, mas depois cobra com chantagem sentimental
...que faz o que gosta escondido e o que não gosta em público
...que leva meses aprendendo a andar
...que toma aula de canto
...que desafina
...que paga pra voar
...que pensa que é anfíbio e morre afogado
...que pensa que é bípede e tem problema de coluna
...que não tem rabo colorido, mas manda fazer
...que só muda de cor com produtos químicos ou de vergonha
...que tem que comprar antenas
...que bebe, fuma, usa óculos, fica careca, põe o dedo no nariz e gosta de ópera
...que faz boneco inflável de fêmea
...que não suporta o próprio cheiro
...que se veste
...que veste os outros
...que despe os outros
...que só lambe os outros
...que tem cotas de emigração
...qu…