Pular para o conteúdo principal

Trindade: A série ignorada

Depois do sucesso da série semanal “52” e do fracasso de “Contagem Regressiva”, a DC Comics contratou o artista Mark Bagley, famoso por velocidade de produção e por estar à frente de Ultimate Spider-Man durante anos e o escritor Kurt Busiek, o nerd supremo dos quadrinhos para produziram uma série semanal centrada em Batman, Superman & Mulher-Maravilha.

A série veio foi publicado e se foi. No Brasil estamos no #8 (de 13) com os números #29, 30, 31 e 32, por Kurt Busiek, Mark Bagley e Art Thibert (história principal) e Kurt Busiek & Fabian Nicieza, Tom Derenick/ Mike Norton/ Scott McDaniel, e Wayne Faucher/ Ande Parks/ Andy Owens.

A trama reza sobre a união de três vilões contra os heróis, mas devido à uma falha no feitiço cria-se uma realidade em que a trindade não existe, porém desesperadamente o universo tenta retomar a “normalidade”.

A série foi ignorada pelo fandom e mostra mais erros do quê acertos. Busiek tem espaço para mostrar que é nerd, exibindo personagem como o Ranger do Espaço – personagem da Era de Prata sem histórias inéditas há décadas – ou Triunfo – um complexo personagem ligado à Liga da Justiça desde Zero Hora.

No entanto é apenas mais uma história de universos reestruturados, novas realidades, pessoas em papéis curiosos e com a trindade básica elevada de um papel icônico a um status de semi-deuses.

Ninguém se importou com a publicação e logo ela terminará, talvez mais tarde do que cedo, para dar espaço à nova série mensal da DC “A noite mais densa”, que não foi uma série semanal.

Talvez seja um caso único no fandom. Ninguém escreveu longos artigos ou se importou com Trindade. Não elogiaram nem criticaram, simplesmente ignoraram. Parece apenas ter sido mais uma aposta da DC Comics que não deu certo, e que produziu 104 aventuras (cada edição tinha duas) que não tem relevância para ninguém além da meia dúzia de gatos pingados que comprou.

Das 32 edições que li as duas únicas coisas dignas de nota foram a) mais uma crise, que eu chamei de Crise na Anti-Terra – mas que não foi reconhecida pelo fandom ainda como um evento deste porte – e b) o retorno da Tomorrow Woman, um bom personagem que teve um destino breve.

Antes de Trindade, Busiek trabalhou com Vingadores e Defensores para a Marvel; Power Company, Liga da Justiça/Vingadores, Liga da Justiça e Superman para a DC, além de sua série autoral Astro City para a Homage/WildStorm e Conan para a Dark Horse. Após Trindade lançou mais um volume de Astro City – Dark Ages e atualmente trabalha em um projeto para a DC.

Postagens mais visitadas deste blog

EaD: Como estudar sozinho em casa

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas por que há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas por que ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.

Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.

Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.

A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.

Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.

Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.

Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.

Após enterrar uma bomba de hidrogên…

O único animal, Luís Fernando Veríssimo

O homem é o único animal...
...que ri
...que chora
...que chora de rir
...que passa por outro e finge que não vê
...que fala mais do que papagaio
...que está sempre no cio
...que passa trote
...que passa calote
...que mata a distância
...que manda matar
...que esfola os outros e vende o pêlo
...que alimenta as crias, mas depois cobra com chantagem sentimental
...que faz o que gosta escondido e o que não gosta em público
...que leva meses aprendendo a andar
...que toma aula de canto
...que desafina
...que paga pra voar
...que pensa que é anfíbio e morre afogado
...que pensa que é bípede e tem problema de coluna
...que não tem rabo colorido, mas manda fazer
...que só muda de cor com produtos químicos ou de vergonha
...que tem que comprar antenas
...que bebe, fuma, usa óculos, fica careca, põe o dedo no nariz e gosta de ópera
...que faz boneco inflável de fêmea
...que não suporta o próprio cheiro
...que se veste
...que veste os outros
...que despe os outros
...que só lambe os outros
...que tem cotas de emigração
...qu…