Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2014

Star Trek: The Mirror Universe Saga

Muitos anos atrás quando conheci os quadrinhos importados Star Trek: The Mirror Universe Saga foi um dos primeiros encadernados que vi no catálogo. Gente como isso tem tempo!
Estes dias li a história. Não é muita coisa e tem de ser colocada demais no contexto. Trinta anos atrás, em 1.984 a DC Comics publicava uma série mensal de Star Trek. Em 1.982, 1.984 e 1.986 a Paramount lançou A ira de Khan, À procura de Spock e De volta para casa, filmes que davam sequência a uma longa jornada iniciada na TV e filmes considerados por muitos como um extrato do que há de melhor na cine-série.
A série em quadrinhos estava sendo editada antes e depois do terceiro filme (À procura de Spock). A nave Enterprise é destruída neste filme. Kirk tem problemas com a Federação dos Planetas Unidas que, no cinema seriam resolvidos no quarto filme – não há intervalos real entre estes filmes, apesar de a produção ter dois anos de diferença.
Mas nos quadrinhos a DC Comics e o autor Mike W Barr tinha uma equipe d…

Star Trek (DC Comics, 1984 series) #05-08: A Origem de Saavik

Nada muito interessante aconteceu nos seis meses e quatro edições seguintes – a série teve um gap entre as edições #07 e 08. 
Qual o motivo do gap
A versão em quadrinho do filme Star Trek III: A procura de Spock que estava para ser lançado e já trazia modificações importantes para a Enterprise e sua equipe. Assim Mike W Barr ficou no básico criando tramas que repetiam padrões da série de TV original e focando em um personagem “estranho” e “quase” seu – a Saavik.
Então na edição #05 trouxe um conto de violação da primeira diretriz. Aqui um conhecido de Kirk cai em um planeta e se passa como deus em um mundo de seres semelhantes à grandes ratos. Nada de novo, portanto.
A edição seguinte (#06) traz uma aventura onde um embaixador é ameaçado por um transmorfo, que é sua filha! Ambas as tramas caem bem mesmo na série de TV dos anos 1.960, pois não oferecem risco algum, pois tratavam de diferenças políticas ou religiosas.
Este ciclo termina com as edições #07 (ago/1984) e #08 (nov/1984)…

Star Trek (DC Comics, 1984 series) #01-04

Spock está morto! Longa vida a Spock!
Os quadrinhos que adaptam séries de TV e filmes sempre sofreram por ser um produto marginal, não só pela mídia sempre mal vista, mas por terem uma linha narrativa própria e distinta do produto original. Chama-se esta linha de “Universo Expandido”, mas sabe que seu valor é exclusivo para a mídia derivada para a qual foi projetado. Desconheço a influência dos quadrinhos e dos livros nas séries originais – mas, lembre-se, desconhecer não significa que não exista.
Fica-se com este gosto quando leio o quarteto inicial de histórias de Star Trek (DC Comics, 1984 series). A trama passa-se após Star Trek II: A ira de Khan (1982) onde Spock sucumbiu. Para substituí-lo a também meia vulcana/romulana Tenente Saavik assume como oficial de ciências. Evidentemente Kirk passa a exigir muito da moça e McCoy passa a tentar relativizar tudo. A surpresa termina aí! O resto e mais do mesmo, ainda que Tom Sutton e Ricardo Villagran tenham um traço belíssimo e adequado …