Pular para o conteúdo principal

The Ghost Brigades (2006) de John Scalzi

(OldMan's War volume 2: The Ghost Brigades)


Três raças – Rraeys, Eneshans e Obins – estão secretamente se preparando para atacar a Colonial Union, mas a equipe de inteligência do braço armado do empreendimento humano, a Colonial Defense Forces (CDF), utilizando a Special Forces – cujo apelido é The ghost brigades, consegue descobrir o plano e também, que um humano, Charles Boutin, um cientista da CDF, está auxiliando as raças!

Por que? Qual a motivação dele? Como ele está auxiliando estas raças? O quê ele ganha com esta guerra?

Quebrando alguns protocolos éticos, a Colonial Defense autoriza a clonagem de um ser humano vivo – Boutin havia clonado e matado seu clone para encobrir sua fuga. De posse de um sistema que permite a gravação da consciência utilizando restos da tecnologia do Consu, que Boutin foi o pioneiro na pesquisa, a CDF crê ser possível que a consciência do cientista habite o novo corpo. O processo falha e o clone é enviado para a Special Forces com o nome de Jared Dirac, indo para as mãos de Jane Sagan, que sabe que tem alguém de poderá trair a todos, como seu “pai genético” já o fez!

Lentamente emerge a consciência de Boutin. Compreendendo que a CDF é responsável pela morte da filha de Boutin, Dirac deverá escolher seu próprio caminho. Qual será seu posicionamento em relação à guerra?

[Opiniões]
John Scalzi dá uma sequência inteligente à Old Man's War, seu romance de estreia. Aqui ele se concentra em narrar o processo de construção dos membros das Special Forces: criados a partir do DNA dos mortos, a brigada fantasma não tem infância nem memórias afetivas. Nasceu, cresceu e foi preparada para a guerra. Este é seu mundo!

Scalzi não procura esconder suas fontes de inspiração e consegue manter um romance militar com uma enorme quantidade de surpresas. (Uma das minhas críticas aos romances de ficção científica militares é exatamente que é tudo bastante previsível).

É palpável as homenagens à Frankestein – explícita, por sinal, inclusive com a indicação de que os membros das Special Forces leem o livro em uma passagem. Há também uma sutil homenagem a Aliens de James Cameron. Há também dezenas de citações a vários personagens da cultura pop, que vão de Proust, a Tintin e Asterix.

Há diversas camadas de intriga e de rancor na trama. Tudo é maior do quê o leitor vê. Ao desembrulhar o pacote (não resisti a esta “piada” interna aos leitores da série) o leitor fica impressionado com a maneira como as coisas são narradas. Scalzi conta uma surpreendente macro-história sobre o futuro da humanidade através da colonização do espaço concentrando-se em micro-histórias. E não é um romance curto! A versão pocket tem 340 páginas!

Aqui, temos o questionamento ético de fazer clones dos mortos e de eles tem consciência – leia-se “alma”. Seria possível dar a “alma” a alguém? E depois uma pergunta secundária: poderia estes clones dos mortos superarem o condicionamento militar e realmente aprenderem a escolher? Afinal escolha é algo intrínseco ao ser humano. A tentação também!

Este romance retorna à personagem Jane Sagan, clone da esposa de John Perry, e mostra o dia a dia das Special Forces e suas ações para impedir a guerra, nem sempre éticas, e mesmo em uma guerra chegam a ser gritantes. Assim ele produz um romance tão saboroso quanto o primeiro. E tão misterioso. Scalzi não segue o padrão do narrador habitual de sci-fi. Ao apresentar uma raça não faz uma pormenorizada descrição do sujeito, preferindo pincelar detalhes. Agir deste modo enerva e enriquece o leitor, que pode sonhar livre e obviamente faz os sonhos dos produtores de TV, que sentem-se livres para criar qualquer coisa.

Em 2015 de Old Man's War, o primeiro romance da série, será lançado no Brasil pela Aleph e o canal Syfy deverá lançar a série de TV que adapta a trama do primeiro volume. Como “old man's war” não é um nome muito bom para uma série de TV, os releases têm divulgado que a série se chamará “The Ghost Brigades”.

Um livro essencial! Espero que a série de TV também o seja! Assim como espero que isto permite que o autor retorne à série.

The ghost brigades, John Scalzi, TOR, ISBN 978-0-7653-5406-8.

Lançamento
Título
2005
The Old Man's War
2006
The Ghost Brigades
2007
The Last Colony
2008
Zoe's Tale


Postagens mais visitadas deste blog

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas porque há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas porque ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.
Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.
Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.
A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.
Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.
Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.
Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.
Após enterrar uma bomba de hidrogênio…

Árvore genealógica do Superman

Em Krypton Chronicles, uma série que contava a história dos ancestrais de Kal-El a DC publicou a árvore genealógica abaixo.

Divirta-se!

EaD: Como estudar sozinho em casa