Open top menu
segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Convocados para retirarem um artefato no Peru, o grupo do agente Coulson se vê auxiliando uma equipe da polícia local a fugir de um ataque de terroristas. Em seguida descobre um plano destes policiais para roubar o artefato.

Com visual de série de TV dos anos 1970/80, Agents of Shield tenta convencer ao expectador que é integrado ao Universo Marvel ao oferecer uma cena com Nick Fury (Samuel L. Jackson). Dentro do episódio a cena parece os extras dos filmes de cinema: por pouco você não vê.

O autor continua a inserir um mistério da ressurreição de Phil Coulson de forma a lembrar ao expectador que aconteceu algo na Batalha de Nova Iorque e que o agente foi ferido. Da mesma maneira tenta estabelecer mistérios para outros coadjuvantes, especialmente Melinda May, e Skye, a hacker do episódio anterior parece ser uma agente infiltrada. Seria uma agente da Maré Alta apenas ou da Hidra? Por sinal a Hidra é formalmente citada no episódio.

Ainda não vi diversão real e apenas uma estrutura formal para contar as histórias e apresentar os personagens e discordo completamente que um núcleo da SHIELD fosse formado com tantos agentes sem experiência de campo.

Torna-se uma fórmula grosseira para atrair e fidelizar o público jovem, mas não deixa de ser uma maneira de aproveitar a grande quantidade de personagens de menor importância da editora. Infelizmente a minha visão é menos de as maravilhas espalhadas pelo mundo, sejam elas seres humanos ou artefatos e mais uma temporada com uma macro-trama envolvendo ao final um confronto direto com uma agência antagonista, papel que nos quadrinhos cabe à Hidra.

Ser apenas um terreno para exibir o freak of the week, humano ou artefato, me evoca as duas primeiras temporadas de Smallville, ou seja, esta missão já foi cumprida na TV.
Different Themes
Written by Lovely

Aenean quis feugiat elit. Quisque ultricies sollicitudin ante ut venenatis. Nulla dapibus placerat faucibus. Aenean quis leo non neque ultrices scelerisque. Nullam nec vulputate velit. Etiam fermentum turpis at magna tristique interdum.

0 comentários