Pular para o conteúdo principal

Game of Thrones [2x01] – The North Remembers

Estreia mundial da série no dia 01/04/2012.

No episódio Tyrion Lanninster (o Duende) retorna à Porto Real para ser a Mão do Rei de Joffrey Baratheon, apenas interinamente, enquanto seu pai guerreia com os nortenhos. Cersei Lanninster, irmã de Tyrion, viúva do Rei Robert Baratheon, mãe de Joffrey e rainha regente não aprova a ideia, pois não acredita na habilidade de seu irmão, além de ter planos próprios que a presença dele pode atrapalhar.

Diante do boato lançado por Stannis Baratheon (irmão de Robert e cunhado de Cersei) de que os filhos de Cersei são frutos de um relacionamento incestuoso entre ela e seu irmão gêmeo Jaime Lanninster, a rainha regente decide mandar matar todos os bastardos de Robert, de modo a esconder que todos os filhos naturais dele tem cabelos negros.

Com a comprovação deste suposto boato (que é verdadeiro) Stannis seria o verdadeiro herdeiro de Robert, por ser o irmão mais velho.

Robb Stark faz exigências à Cersei sem a intenção de ser atendido, mas está confiante em trocar o cativo Jaime por suas duas irmãs, Sansa e Arya.

Sansa sofre ao conhecer o verdadeiro eu de Joffrey, que já matou seu pai. A menina salva um cavaleiro obeso chamado Dontos de um destino cruel. A partir de agora ele será apenas um bobo na corte.

Tyrion crê que a irmã tem pouca habilidade em conter o instinto homicida de seu sobrinho, especialmente depois do ocorrido com Eddard Stark, mas em sua chegada a Porto Real está mais preocupado com esconder a amante – uma seguidora de acampamentos que se envolveu na temporada anterior e que prometeu ao pai que não levaria para a capital.

Em Winterfell Bran tem que tratar de assuntos políticos e nos campos de batalha, Robb Stark toma duas difíceis decisões: autoriza que Theon Greyjoy retorne às Ilhas de Ferro para conseguir apoio à sua causa e envia a mãe para negociar com Renly Baratheon tencionando uma aliança contra os Lannisters.

Arya Stark e Gendry (um bastardo de Robert) iniciam a longa viagem para a Muralha e Stannis Baratheon queima estátua dos 7 jurando fidelidade ao deus da luz apresentado-lhe para sacerdotisa Melisandre, para desgosto de seu meistre (que se suicida em uma tentativa de matá-la) e de seu homem de confiança, Davos Seaworth.

No extremo norte, além da Muralha, a Patrulha da Noite chega no acampamento de Crasten tencionando encontrar a localização de Macen Rayder, ex-patrulheiro agora um auto-intitulado rei-para-lá-da-Muralha. Jon Snow é repreendido pelo Lorde Comandante Mormonto velho Urso – pela falta de habilidade em esconder suas verdadeiras emoções em relação ao dono do local onde fazem acampamento.

Daenerys, o jovem Mormont e sua tribo passam fome no deserto, numa travessia que pode levar o seu khalasar para o extermínio.

Está iniciada oficialmente a Guerra dos Cinco Reis, ainda que neste momento só estejam quatro em disputa: Jofrey Baratheon, Stannis Baratheon, Renly Baratheon e Robb Stark.

[Crítica]
Tomadas rápidas, muita coisa para contar e pouco tempo já tinham sido a marca da primeira temporada, mas agora o assunto é levado a um estado de arte necessário para transpor as mais de 600 páginas para uma temporada de dez episódios.

Quem conhece a série de livros sabe que isto é apenas um ensaio para o Livro 3: A tormenta de espadas com mais de 850 páginas.

Se por um lado é revelador o domínio da narrativa, torna-se sinceramente uma série que afasta os não iniciados. Uma temporada é resultado da anterior e a única motivação é saber o destino dos personagens a que se afeiçoou. Se não se importa com nenhum dificilmente alguém irá acompanhar a série.

Assim a série de TV é vítima do gigantismo que George R R Martin intencionalmente planejou. Mas veremos no que vai dar. Por enquanto está acima da média e continua delicioso... mas para quem se importa com o destino dos personagens dos livros. Para os restantes é apenas violência, cenas escuras e atores demais para decorar o nome dos personagens.
 







 









Postagens mais visitadas deste blog

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas porque há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas porque ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.
Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.
Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.
A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.
Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.
Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.
Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.
Após enterrar uma bomba de hidrogênio…

EaD: Como estudar sozinho em casa

Árvore genealógica do Superman

Em Krypton Chronicles, uma série que contava a história dos ancestrais de Kal-El a DC publicou a árvore genealógica abaixo.

Divirta-se!