Open top menu
terça-feira, 22 de novembro de 2011


Sou profundamente ligado à Liga da Justiça. Foi o primeiro grupo de heróis que vi num outro formato na série de TV Superamigos e trazia uma série de personagens que individualmente eu gosto e me importo com seus destinos. O ponto de partida do escritor é fazer o leitor se importar com os personagens. A equipe sempre me fisgou.

No Brasil há lacunas enormes entre o material que a EBAL publicou em Os Justiceiros e o material que a Editora Abril começou a traduzir em Batman – 1ª série, algo que com o lento andamento da boa série Crises em Múltiplas Terras, com apenas uma edição traduzida em uma desnecessário e encarecedora capa-dura, não permitirá ver amostras de vários períodos breve. Desde a Abril, publicou-se boas histórias de Gerry Conway & George Pérez, JM DeMatteis & Luke McDonnell, DeMatteis, Keith Giffen & Kevin Maguire, Dan Jurgens, Grant Morrison & Howard Porter, Mark Waid & Bryan Hitch, entre outros.

Esta edição marca um momento logo após Crise Infinita quando o Universo DC estava reorganizando-se e corrigindo novamente algumas cronologias. A fase de Brad Meltzer à frente da equipe não é a minha preferida (que é Gerry Conway/George Pérez no início dos anos 1980), mas certamente esta edição 0 (zero) é um acerto e gratificante de ser lida. Ela trata de uma série de encontros entre Batman, Mulher Maravilha e Superman ao longo dos anos, de modo a estabelecer uma cronologia para a equipe e para o futuro.

A Panini admite que a Liga da Justiça é uma peça chave no relançamento da DC Comics – em Os Novos 52 – e fico imaginando por que a editora não expande os lançamentos da linha de R$ 1,99 para englobar o novo status da editora. Seria uma alternativa interessante para testar a aderência de alguns títulos.

De qualquer modo esta edição de DC +Aventura é bem superior às apresentadas até então. Não custa sugerir as edições Superman #666 e Batman #666, excelentes histórias auto-contidas para os próximos lançamentos.
Different Themes
Written by Lovely

Aenean quis feugiat elit. Quisque ultricies sollicitudin ante ut venenatis. Nulla dapibus placerat faucibus. Aenean quis leo non neque ultrices scelerisque. Nullam nec vulputate velit. Etiam fermentum turpis at magna tristique interdum.

0 comentários