Pular para o conteúdo principal

Batman: Cara-a-cara

E houve a Crise Infinita.

E os principais heróis da DC Comics decidiram tirar umas férias de um ano – 52, série que abordou as 52 semanas que formam um ano.

E então eles retornaram.

Cara-a-cara não traz realmente uma trama original, nem mesmo muito bem pensada: Batman & Robin retornam a Gotham City cheios de gás, Comissário Gordon e Harvey Bullock estão de volta na Delegacia de Polícia e uma série de assassinatos aponta para Duas-Caras, na verdade, Harvey Dent que teve o rosto reconstruído desde Silêncio o popular arco de Jeph Loeb & Jim Lee.

Então por que o arco de oito partes, que englobou as duas séries mensais do homem-morcego e foi escrito por James Robinson, com arte de Leonard Kirk, Don Kramer, Andy Clark e outros funciona?

Por que consegue fugir do óbvio de incriminar Duas-Caras – apesar que esta, a principal trama, não tem tanto peso assim – e reconstrói bem os personagens, reposicionando-os onde deveriam estar. O conflito está no sofrimento de Batman em ver as pistas apontarem para Dent que ficou responsável pela cidade enquanto ele estave ausente. Ele sofre em perceber que o amigo poderia estar retornando à vida de crimes. Ele realmente tinha esperanças que isto era passado para Dent.

Robinson, especialista em coadjuvantes poderosos, resgata Jason Bard – um ex-policial, agora investigador particular, criando nos anos 1.980 e que mais recentemente teve participação em Birds of Prey ainda na fase de Chuck Dixon no iniciozinho dos anos 2.000 – para tornar-se os olhos de Batman durante o dia. O uso do personagem parecia promissor mas os roteiristas seguintes não deram sequência.

Certamente foi um reboot, já que não é preciso muito esforço para lembrar que Gordon estava aposentado, Bullock tinha abandonado a Polícia e tornado-se um alcoólatra e havia uma série de coadjuvantes diferentes em Gotham. O detalhe é que não foi necessário zerar todo o universo do personagem ou da editora para tanto.

Para completar a supresa, Wayne decide adotar legalmente Tim Drake – o pai de Tim havia morrido em Crise de Identidade e o garoto vivia em tutela de Bruce Wayne, com a adoção ele torna-se filho e herdeiro da fortuna Wayne. E como contrapeso a criação de um personagem clichê chamado Grande Tubarão Branco, um novo chefe do crime.

Apesar de bem aceita pelo público o arco de Robinson só serviu como aquecimento para a chegada de Grant Morrison na série Batman e Paul Dini na série Detective Comics.

Postagens mais visitadas deste blog

EaD: Como estudar sozinho em casa

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas por que há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas por que ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.

Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.

Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.

A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.

Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.

Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.

Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.

Após enterrar uma bomba de hidrogên…

O único animal, Luís Fernando Veríssimo

O homem é o único animal...
...que ri
...que chora
...que chora de rir
...que passa por outro e finge que não vê
...que fala mais do que papagaio
...que está sempre no cio
...que passa trote
...que passa calote
...que mata a distância
...que manda matar
...que esfola os outros e vende o pêlo
...que alimenta as crias, mas depois cobra com chantagem sentimental
...que faz o que gosta escondido e o que não gosta em público
...que leva meses aprendendo a andar
...que toma aula de canto
...que desafina
...que paga pra voar
...que pensa que é anfíbio e morre afogado
...que pensa que é bípede e tem problema de coluna
...que não tem rabo colorido, mas manda fazer
...que só muda de cor com produtos químicos ou de vergonha
...que tem que comprar antenas
...que bebe, fuma, usa óculos, fica careca, põe o dedo no nariz e gosta de ópera
...que faz boneco inflável de fêmea
...que não suporta o próprio cheiro
...que se veste
...que veste os outros
...que despe os outros
...que só lambe os outros
...que tem cotas de emigração
...qu…