Pular para o conteúdo principal

Exclusividades

No final dos anos 1.990 as grandes editoras estavam divididas entre várias grandes e pequenas editoras nacionais. Caso alguma pequena quisesse um personagem ou série, questionava ao licenciador e, se aprovado, publicava a série.

Durante a metade da década passada o material teve exclusividade na Panini, o que tirou pelo menos duas editoras do mercado a Brainstore e a Opera Graphica. Ambas tinham tiragens pequenas e diversos lançamentos louváveis, mas nem sempre um custo/benefício interessante.

Aparentemente silenciosamente a exclusividade está acabando. Desde ano passado a On Line Editora (responsável pela série Star Wars) publicou várias edições desligadas das cronologias da Marvel para os personagens dos filmes, assim como álbuns de figuras. A On Line mais recentemente também publicou graphic novels da Disney, território inabalável da Abril. E esta por sua vez retorna com uma linha da DC Comics, a animated/Johnny DC.

Mesmo quando era um mercado retalhado nunca houve concorrência. A Abril e depois a Panini reinam supremas em quantidade de lançamentos, ocupando boa parte da estante.

A questão que fica: será que com a vinda de uma nova era sem exclusidades haverá real concorrência?

Postagens mais visitadas deste blog

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas porque há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas porque ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.
Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.
Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.
A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.
Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.
Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.
Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.
Após enterrar uma bomba de hidrogênio…

EaD: Como estudar sozinho em casa

Árvore genealógica do Superman

Em Krypton Chronicles, uma série que contava a história dos ancestrais de Kal-El a DC publicou a árvore genealógica abaixo.

Divirta-se!