Pular para o conteúdo principal

Astro City: A águia e a montanha

Publicado em Astro City Special: Samaritan em setembro de 2006 e produzido por Kurt Busiek (texto) e Brent Anderson (arte) a história relata o conflito entre Samaritan e Infiel, o nêmesis do herói.

Infiel é um queniano imortal, nascido séculos atrás, que venceu a miséria e escravidão e tornou-se senhor da alquimia. Confortável em sua posição, criou uma fortaleza ocupando a Terra num futuro apocalíptico próximo, mas a alteração de tempo provocada pela chegada de Samaritano em 1.986 destruiu esta linha de tempo.

Eventualmente ele enfrenta o herói para reaver sua versão de mundo, mas após uma série de confrontos ambos perceberam que seria impossível um vencer ao outro e adotaram uma política de encontros anuais.

Nestes encontros há tentativas de inserções de idéias (mesmo mote de A origem, veja aqui) e avaliações do inimigo.

Excelente história que põe abaixo o mito do confronto dispensável, coisa que deveria ser mais seguida na indústria de quadrinhos. Tantos heróis e vilões tão sabiamente inteligentes enfrentam-se com os mesmos resultados ano após ano. Para quê?

Tire nesta edição uma lição diferente.

Publicado no Brasil por junho de 2007 pela Pixel.

* * * 


Há uma curiosidade especial em relação à Infidel. O visual do vilão foi concebido por Alex Ross em 1.998 para a Wizard Maganize em função dos sucessos da primeira série e o início do segundo volume; mas não havia sido apresentado realmente nos quadrinhos. Busiek esperou até 2.006 para desenvolver uma trama que fosse relevante o suficiente para mostrar os personagens em conflito. Há conflito físico entre os dois, mas apenas em flashbacks de encontros anteriores. É uma visão sobre a luta de forças semelhantes: diante da impossibilidade da vitória, aguarda-se o momento perfeito para um levante.

Há uma frase marcante no frontispício da edição: “What you need to know before reading this issue? Uh, nothing, really. Dive on in, the water's fine”. Mais quadrinhos deveriam ser assim.








Postagens mais visitadas deste blog

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas porque há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas porque ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.
Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.
Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.
A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.
Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.
Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.
Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.
Após enterrar uma bomba de hidrogênio…

EaD: Como estudar sozinho em casa

Árvore genealógica do Superman

Em Krypton Chronicles, uma série que contava a história dos ancestrais de Kal-El a DC publicou a árvore genealógica abaixo.

Divirta-se!