Pular para o conteúdo principal

Batman: Arquivo de Casos Inexplicáveis

Tradução de Batman: Black casebook Arquivo de Casos Inexplicáveis traz uma coletânea selecionada por Grant Morrison das aventuras do homem-morcego que supostamente o teriam inspirado durante sua passagem na série do vigilante.

Traz Um parceiro para o Batman (Batman #65/1951), Cacique Batman (Batman #86/54), Os Batmens de Todas as Nações (Detective Comcis #215/55), O primeiro Batman (Detective Comics #235/56), O Clube dos Heróis (World's Finest Comics #89/57), O homem que acabou com a carreira do Batman (Detective Comics #247/57), Eu sou mesmo o Batman? (Batman #112/57), Batman – O Superman do Planeta X (Batman #113/58), Batman conhece o Batmirim (Detective Comics #267/59), A criatura arco-irís (Batman #134/1960), Robin morre ao amanhecer (Batman #156/63) e A criatura Batman (Batman #162/64), todas histórias profundamente ligadas ao padrão narrativo fantástico vigente entre os anos 1950/60 quando o Batman abandonou o confronto com criminosos e passou a ser um vigilante acessível, boa praça e companheiro, geralmente enfrentando monstros, alienígenas ou super-seres. Os gangsteres ainda estão lá, mas são pouco cruéis e funcionam quase que como bobos capazes de planos mirabolantes que inevitavelmente falham quando confrontados pela dupla dinâmica. Observa-se também a ausência dos vilões ditos clássicos do herói como Coringa, Charada, Pinguim ou Duas-Caras.

Panini Comics, ISBN 978-85-6548-462-6, encadernado de capa dura, 148 páginas, 2013.

* * *

Longe de se criticar a publicação ou republicação de histórias clássicas, o que se critica é a atitude oportunista da DC Comics em coletar e carimbar as aventuras com um selo de “histórias que inspiraram Grant Morrison”. O autor esclarece na introdução que algumas aventuras ele nem leu. Longe de ser uma coleção pensada como um resgate de uma produção de qualidade Batman: Arquivo de Caos Inexplicáveis reflete apenas uma tentativa vã de a DC Comics evidenciar que Morrison não criou “do nada” seus delírios recentes no homem-morcego e assim empurrar ao leitor uma coleção de histórias questionáveis que geralmente passaria ao largo.

Ao mesmo tempo deixa claro que o nome Grant Morrison atrai os leitores da Panini Comics que além da publicação de diversas séries mensais em que o autor participou investe na reedição de várias delas em formato encadernado (Novos X-Men, Flex Mentallo, Grandes Astros: Superman e toda sua passagem em Batman). A curiosidade é quando será o momento de publicar Patrulha do Destino já que publicou Flex Mentallo, um spin off da série e a elogiada série Homem Animal.

Compre por sua conta e risco.

Postagens mais visitadas deste blog

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas porque há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas porque ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.
Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.
Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.
A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.
Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.
Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.
Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.
Após enterrar uma bomba de hidrogênio…

EaD: Como estudar sozinho em casa

Árvore genealógica do Superman

Em Krypton Chronicles, uma série que contava a história dos ancestrais de Kal-El a DC publicou a árvore genealógica abaixo.

Divirta-se!