Pular para o conteúdo principal

Nova série de George R R Martin em pré venda

A série de ficção Wild Cards será finalmente publicada no Brasil. Composta atualmente de 22 volumes, que segundo o autor do primeiro livro e editor da série George R R Martin, todos os volumes fazem parte do contrato de publicação.

A Leya tem deixado vazar informações que publicaria cerca de três a quatro volumes por ano.

A série se passa em um linha de tempo alternativa, onde pouco após a Segunda Grande Guerra um vírus é liberado no planeta alterando o DNA das pessoas, criando seres geneticamente alterados.

No início dos anos 1.990 a Editora Globo publicou uma série em quadrinhos que adaptou o universo para o formato hq.

O primeiro livro já está em pré venda nas livrarias de comércio eletrônico.

Veja abaixo a lista dos livros:

Original series (Bantam Books)

   1. Wild Cards (1987)
   2. Aces High (1987)
   3. Jokers Wild (1987)
   4. Aces Abroad (1988)
   5. Down and Dirty (1988)
   6. Ace in the Hole (1990)
   7. Dead Man's Hand (1990)
   8. One-Eyed Jacks (1991)
   9. Jokertown Shuffle (1991)
   10. Double Solitaire (1992) (novela)
   11. Dealer's Choice (1992)
   12. Turn of the Cards (1993) (novela)

"New Cycle" (Baen Books)

   13. Card Sharks (1993)
   14. Marked Cards (1994)
   15. Black Trump (1995)

ibooks Inc.

   16. Deuces Down (2002)
   17. Death Draws Five (2006) (novela)

Tor Books revival

   18. Inside Straight (2008)
   19. Busted Flush (2008)
   20. Suicide Kings (2009)
   21. Fort Freak (junho de 2011)
   22. Lowball (verão de  2014, em desenvolvimento)

Postagens mais visitadas deste blog

EaD: Como estudar sozinho em casa

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas por que há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas por que ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.

Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.

Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.

A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.

Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.

Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.

Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.

Após enterrar uma bomba de hidrogên…

Os Vingadores vs O Esquadrão Supremo

(Ou Como as histórias não são realmente como nos lembramos)
Não tenho nenhum entusiasmo pelos encontros entre Os Vingadores e Esquadrão Supremo. Nenhum! Ao contrário acho histórias imbecis, mas talvez seja um ranço contra Roy Thomas. Explico: na infância eu odiava os Vingadores de Thomas e por extensão o próprio, mas gostava muito da arte de Conan (Buscema & Zuñiga) ou qualquer coisa feita por Neal Adams como a Guerra Kree-Skrull ou X-Men.

Já adulto um amigo disse que o sujeito era bom e eu fui reler as histórias: não eram tão ruins quanto a lembrança. Inclusive conheci e comprei os setenta números de All-Star Squadron que eram do próprio.
Por fim, descobri que metade daquilo que eu não gostava em Thomas na verdade não era dele... era do Englehart, um sujeito também superestimado pela indústria, que só acertou uma vez: em Batman!
Vencido o preconceito contra o escritor, veio o problema da maturidade: as histórias dos anos 1960 só funcionam lá, especialmente as de super-grupos co…