Pular para o conteúdo principal

Under a Red Hood (2010)

Sob o Capuz Vermelho” é a adaptação de um arco escrito para os quadrinhos por Judd Winick para a série Batman. A história já foi publicada no Brasil na atual série Batman da Editora Panini.

A equipe de adaptação continua a mesma das últimas animações de longa metragem da Warner/DC Comics: Andrea Romano (casting/direção de voz), Bruce Timm (produção) e Alan Burnett (co-produção), acrescida agora de Brandon Vietti (direção) e Judd Winick (roteiro), que teve a honra de adaptar o próprio texto.

As vozes são Bruce Greenwood (Batman), Jensen Ackless (Capuz Vermelho), John Dimaggio (Coringa), Jason Isaacs (Ra's Al Ghul) e Wade Williams (Máscara Negra).

A trama é simples. Máscara Negra uniu o submundo de Gotham City e está sendo desafiado pela chegada do Capuz Vermelho. Ao enfrentar o novo criminoso, Batman se vê diante de evidências que apontam para o retorno de seu antigo parceiro, Jason Todd, assassinado cinco anos antes pelo Coringa.

Logo a trama põe em rota de colisão de um lado Batman e Asa Noturna e de outro Máscara Negra, Coringa e Capuz Vermelho.

Excelente adaptação do texto original, que altera alguns fatos para facilitar a compreensão dos expectadores e história ganha força e tem excelentes diálogos e caracterizações. A influência do Coringa de Heath Ledger faz-se presente e o príncipe palhaço do crime da animação é tão niilista quanto o vilão do filme The dark knight.

A história lima a existência de um Tim Drake, fazendo-nos supor que a morte de Todd seria motivo suficiente para fazer Batman repensar a existência de um parceiro.

A safra de longas de animação da Warner/DC impressiona muito mais que os ocasionais projetos da Marvel Comics, que agora concentrou-se em produção de filmes live action. É uma pena que o departamento live action da Warner não seja tão ativo quanto o da Marvel.




Postagens mais visitadas deste blog

EaD: Como estudar sozinho em casa

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas por que há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas por que ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.

Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.

Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.

A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.

Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.

Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.

Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.

Após enterrar uma bomba de hidrogên…

O único animal, Luís Fernando Veríssimo

O homem é o único animal...
...que ri
...que chora
...que chora de rir
...que passa por outro e finge que não vê
...que fala mais do que papagaio
...que está sempre no cio
...que passa trote
...que passa calote
...que mata a distância
...que manda matar
...que esfola os outros e vende o pêlo
...que alimenta as crias, mas depois cobra com chantagem sentimental
...que faz o que gosta escondido e o que não gosta em público
...que leva meses aprendendo a andar
...que toma aula de canto
...que desafina
...que paga pra voar
...que pensa que é anfíbio e morre afogado
...que pensa que é bípede e tem problema de coluna
...que não tem rabo colorido, mas manda fazer
...que só muda de cor com produtos químicos ou de vergonha
...que tem que comprar antenas
...que bebe, fuma, usa óculos, fica careca, põe o dedo no nariz e gosta de ópera
...que faz boneco inflável de fêmea
...que não suporta o próprio cheiro
...que se veste
...que veste os outros
...que despe os outros
...que só lambe os outros
...que tem cotas de emigração
...qu…