Pular para o conteúdo principal

Game of Thrones [4x02] – The lion and the rose


The lion and the rose é o 2º episódio da quarta temporada da série de TV Game of Thrones, portanto o 32º da série. Game of Thrones é uma série de TV do canal HBO que adapta a série de livros As crônicas de fogo & gelo de George R R Martin.

E então aconteceu algo que todos esperavam!

[Alerta de spoiler!]

Joffrey Baratheon morreu!

Foi uma morte simples, devo admitir, um anticlímax em relação a tudo que o menino rei fez. Mas finalmente morreu!

No episódio há várias narrativas, apesar de centrar da metade para frente no casamento. Em uma delas Bran Stark que está em viagem para o norte consegue encontrar seu rumo depois de fazer contato com uma árvore fruto de seus poderes warg e a religião dos nortistas. Não empolga muito, mas auxilia na trama geral. A maior mudança é inserir a certeza de que o bastardo Ramsay Bolton começara uma busca pelos meninos Stark, pois mantêm o mutilado Theon Greyjoy, agora Fedor, como um submisso e acovardado prisioneiro.

Noutra Stannis queima vivo seu cunhado, mais para garantir publicamente seu apoio em deus da luz.

Jaime Lannister passa a treinar secretamente com Bronn para ganhar o controle da espada com a outra mão.

Varys avisa à Tyrion Lannister que Cersei tem conhecimento de Shae. Cersei revela o affair para Tywin, que exige ver a moça após o casamento. Percebendo que o tempo urge, o Duende rompe com a prostituta, magoa profundamente os sentimentos dela e a obriga a ir embora de Westeros, ordenando que Bronn a leve ao navio.

Supostamente Bronn cumpre a missão.

Mesmo durante o casamento temos outras tramas pequenos como a resistência de Oberyn em ser um convidado educado ou Jaime ameaçando Loras, sobre o provável casamento deste com Cersei. Esta última por sua vez revela que percebe que Brienne está apaixonada por Jaime e resolve deixar claro isto.

Mas é evidente que as pessoas se lembrarão do episódio pelo casamento entre Joffrey Baratheon e Margaery. O episódio escrito pelo próprio George R R Martin tem boa cadência e funciona para lembrar que Joffrey é um pé no saco: ele gasta boa parte das comemorações humilhando o casal Tyrion & Sansa, em especial o tio pois convoca anões para uma algazarra que representa a Guerra dos 5 Reis, depois joga vinho no tio e para terminar, o “elege” como seu copeiro.

Margaery tenta ganhar a simpatia e a atenção do evento – ela é a noiva, mas quando os noivos partem o bolo de casamento – com a segunda espada feita de aço valiriano – e começam a se alimentar com a torta de pombo, Joffrey, após beber um gole de vinho em uma taça entregue por Tyrion, se engasga e morre sufocado.

Apesar das tentativas Cersei e Jaime não conseguem salvar o rei, mas vendo uma conspiração onde pode não haver a rainha-regente crê que seu filho em seus últimos suspiros culpou o tio, Tyrion, que é imediatamente preso.

Sor Dontos auxilia Sansa a fugir do local, enquanto o marido da moça é levado. Como Dontos conseguirá tirar Sansa de Porto Real? Como ele sabia que haveria um momento tão perfeito para tirar a Stark do Palácio? Quem estaria gerenciando-o? Por quê?












































Postagens mais visitadas deste blog

EaD: Como estudar sozinho em casa

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas por que há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas por que ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.

Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.

Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.

A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.

Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.

Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.

Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.

Após enterrar uma bomba de hidrogên…

Os Vingadores vs O Esquadrão Supremo

(Ou Como as histórias não são realmente como nos lembramos)
Não tenho nenhum entusiasmo pelos encontros entre Os Vingadores e Esquadrão Supremo. Nenhum! Ao contrário acho histórias imbecis, mas talvez seja um ranço contra Roy Thomas. Explico: na infância eu odiava os Vingadores de Thomas e por extensão o próprio, mas gostava muito da arte de Conan (Buscema & Zuñiga) ou qualquer coisa feita por Neal Adams como a Guerra Kree-Skrull ou X-Men.

Já adulto um amigo disse que o sujeito era bom e eu fui reler as histórias: não eram tão ruins quanto a lembrança. Inclusive conheci e comprei os setenta números de All-Star Squadron que eram do próprio.
Por fim, descobri que metade daquilo que eu não gostava em Thomas na verdade não era dele... era do Englehart, um sujeito também superestimado pela indústria, que só acertou uma vez: em Batman!
Vencido o preconceito contra o escritor, veio o problema da maturidade: as histórias dos anos 1960 só funcionam lá, especialmente as de super-grupos co…