Open top menu
sábado, 19 de abril de 2014


Iniciando um novo ciclo de aventuras o Doutor (Tom Baker) e sua companheira Sarah Jane Smith (Elisabeth Sladen) chegam à Zeta Minor na fronteira do Universo e deparam-se com uma ameaça que põem em risco uma expedição de resgate e a possibilidade de salvar o sistema estelar Morestran.

[Localização no Continuum]
Planet of Evil é o 81º arco da série de TV britânica Doctor Who, exibida pela BBC. É o segundo arco da 13º temporada. É composto de quatro episódios com 25 minutos em média e foi exibido de 27/09/1975 a 18/10/1975.

[Trama]
A TARDIS recebe uma mensagem de socorro vinda de Zeta Minor no ano 37 mil. Investigando a origem se deparam com o último sobrevivente de uma expedição geológica Professor Sorenson (Frederick Jaeger) que crê que o minério colhido por ele poderá alimentar o sol de seu sistema estelar – genericamente chamado de Morestran. Sorenson é retratado como um cientista determinado e levemente enlouquecido, seja pela solidão, pela perda dos colegas ou por influência de uma consciência naquele planeta.

No entanto, Zeta Minor o planeta onde está sendo feito a pesquisa, fica no limite entre matéria e anti-matéria e o minério seria, na verdade, pedaços de anti-matéria que a consciência do planeta não permite que saiam do ponto de origem. Passa a matar os membros da expedição arqueológica e também os membros da equipe de resgate.

Inicialmente responsabilizados pelos crimes o Doutor e Sara unem-se ao reticente Salamar (Prentis Hancock) e seu segundo em comando Vishinsky (Ewen Solon) – deixando claro uma disputa pelo cargo de capitão da nave – para esclarecer os crimes e descobrem a intenção do ser de anti-matéria: não permitir que os fragmentos saiam do planeta.

A melhor opção para tanto é matar a todos!

[Curiosidades]
Muito diferente de todos os episódios de Doctor Who clássico que assisti até o momento Planet of Evil realmente se assemelha a um conto de terror, especialmente os dois primeiros episódios.

Em diversos momentos aponta suas inspirações, sejam elas no filme Planeta Proibido (uma adaptação da peça A tempestade de Shakespeare), seja no livro O estranho caso do Dr Jekyll e Sr Hyde e obviamente a distribuição de cargos e formato interno da nave de resgate de Morestran que me lembra muito o formato geral das pontes de comando da Federação dos Planetas Unidos do Universo de Star Trek, especialmente se levar-mos em conta que a história se passa no limite do universo, algo deveras comum na série americana.

O arco foi adaptado para o formato de novela em “Doctor Who and The Planet of Evil”, adaptado por Terrance Dicks e lançado em 18 de agosto de 1.977 na edição 47 da série de romance do Doctor.

-1
(Arco 80)
0
(Arco 81)
+1
(Arco 82)
Planet of Evil
Pyramids of Mars















Different Themes
Written by Lovely

Aenean quis feugiat elit. Quisque ultricies sollicitudin ante ut venenatis. Nulla dapibus placerat faucibus. Aenean quis leo non neque ultrices scelerisque. Nullam nec vulputate velit. Etiam fermentum turpis at magna tristique interdum.

0 comentários