Pular para o conteúdo principal

#LSH Reboot, 1994-95: Lethal Webbin'2


[Lethal Webbin'2]
Membership drive em Legion of Super-Heroes v4 #66 (mar/1995) de Tom McCraw & Mark Waid, Lee Moder e Ron Boyd traz o ingresso de novos legionários. Primeiro Laurel Gand, a Andromeda, do planeta Daxam – que desde a capa passa a ser um interesse romântico para Brainiac 5, nunca correspondido. A personagem é criada para mostrar a intolerância racial e desde o primeiro momento se opõe a se misturar com outros que não sejam de sua raça “pura”, exceto durante o “expediente”.

Apparition e Spark recepcionam uma comissão de Imsk que tem três candidatos. Após uma trama não muito original de assassinato de um dos candidatos, Shrinking Violet é selecionada.

É basicamente uma edição de processos de seleção onde se vê candidatos de raças que logo irão fazer parte da Legião como candidatos de Silvan e Vyrga (o futuro membro Gates), ou mesmo mais rapidamente Aleph de onde virá Kinetix, capaz de transmutação de objetos inanimados, que é aprovada depois de um rápido teste na sede.

Flight (Legionnaires #23, mar-1995, Tom Peyer, Jeffrey Moy e WC Carani) mostra a estreia dos anéis da Legião, que permitirão que membros que não tem poder de voo, voem. Desde o primeiro momento há tramas que mostram a inadequação de Laurel à equipe, seu isolamento e seus diálogos com o embaixador que evidenciam todas estas situações.

Como o embaixador praticamente a obriga a fazer amigos, Andromeda decide ir para um passeio com as meninas da Legião. Mas quando acontece um ataque xenófobo a uma raça alienígena, Andromeda se adianta e prende os culpados. Ao ver um “triângulo branco” no pescoço os liberta sob a condição que não tornem a cometer o crime, que seria fatal se a Legião não estivesse ali para auxiliar.

Um corte rápido mostra que Garth continua a ter os pesadelos com o acidente que seus poderes a ele e seus irmãos. Lembre que é este pesadelo que abre a fase reboot, lá atrás. Também há espaço para um possível envolvimento entre Rokk e Imra.

Insect Fear (LSH v4 #67, abril de 1995, McCraw, Peyer, Waid; Chris Renaud; Boyd) começa com o retorno do Tangleweb e a seleção de um grupo menor de legionários para enfrentá-los – Rokk teme ter outras mortes em sua consciência. Isto não impede que Invisible Kid siga a missão de Cosmic Boy, composta apenas por Andromeda, Spark, Chameleon, Kinetix, Appariton e Leviathan.

No primeiro confronto Tangleweb leva a melhor: sequestra Cosmic e Spark e deixa a nave avariada. Com o auxílio de Andromeda para navegar a equipe chega no planeta da raça de Tangleweb e vê-se cercado de centenas de insetos!

Na Terra, uma das personas de Triad é espancada por membros da racista organização White Triangle, ficando às portas da morte!

Horas depois Saturn Girl, Violet, Xs e outra das personas de Triad rastreiam a sede do White Triangle, que encontram vazia. De imediato a situação incomoda Violet que vincula o racismo da organização com a posição de Andromeda. A aventura se chama Me, myself and I (Legionnaires #24, abril/95, Peyer & McCraw; Jeffrey Moy; Tom Summons & W.C. Carani) que explicita a história de Triad, suas motivações, etecetera. Em determinado momento Brainiac percebe que a persona pode morrer e decide reuní-las para que possa haver chance de recuperação. O quê dá resultado, apesar da heróina continuar acamada.

A trama de Tangleweb termina em LSH v4 #68 (maio) em Sticky Situaton de Peyer & McCraw (plot), Waid (dialógos), Lee Moder (lápis) e Ron Boyd (finais) onde a equipe enfrenta a população de insetos aracnídeos e descobre que Tangleweb é um renegado, um pária em sua sociedade.

A intervenção de Invisible Kid consegue resgatar Spark e Cosmic Boy, enquanto Chameleon estabelece uma linha de diálogos com as aranhas alienígenas que narram a história. E a trama é concluída quando Spark, Cos e Invisible Kid derrotam o Tangleweb e o restante da equipe derrota três outros alienígenas com enxertos mecânicos.

Em Durla – único mundo cujos balões de texto são realmente escritos com caracteres intraduzíveis – uma experiência dá errado e algo foge. 

 
 


Postagens mais visitadas deste blog

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas porque há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas porque ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.
Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.
Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.
A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.
Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.
Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.
Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.
Após enterrar uma bomba de hidrogênio…

EaD: Como estudar sozinho em casa

Árvore genealógica do Superman

Em Krypton Chronicles, uma série que contava a história dos ancestrais de Kal-El a DC publicou a árvore genealógica abaixo.

Divirta-se!