Pular para o conteúdo principal

Lançamento: Coleção DC 75 anos – 2 de 4

No índice esta impresso dezembro de 2010, mas por aqui só chegou em agosto de 2.011. Coleção DC 75 anos – 2 de 4 continua o resgate das melhores ou mais significativas histórias da editora que inaugurou o gênero de quadrinhos.

A seleção desta edição traz Showcase #4 (Flash Barry Allen), Adventure Comics #247 (Superboy e a primeira aparição da Legião dos Super-Heróis), Adventure Comics #260 (a origem de Aquaman), Showcase #22 (recém republicada em DC + Aventura, com a primeira aparição do Lanterna Verde Hal Jordan), The Flash #123 (a clássica aventura Flash de dois mundos), Justice League of America #21 (Crise na Terra-1!), The Brave and the Bold #54 (o encontro dos heróis que formariam a Turma Titã) e Superman's Pal, Jimmy Olsen #134 (A Montanha do Julgamento!, com a primeiríssima aparição de Darkseid).

A edição é bem homogênea, mas confesso que cortaria algumas histórias – ou aumentaria as páginas – para ler de forma completa Crise na Terra-1/Crise na Terra-2 publicada originalmente em Justice League of America #21-22. Talvez os editores tenham pensado que os fãs ficassem incomodados, já que a Panini publicou a aventura no primeiro volume de Crises em Múltiplas Terras. Infelizmente o projeto, assim como a republicação da fase de Grant Morrison na série JLA é virtualmente inace$$ível devido ao formato adotado: a capa dura que encareceu desnecessariamente a obra.
Se fosse em capa cartão talvez tivesse a regularidade das séries Y o último homem, Fábulas e 100 balas.

Confesso que gostei muito de A Montanha do Julgamento! de Jack Kirby (texto & lápis) e Vince Colletta (finais), especialmente do uso de fotomontagem para demonstrar um caleidoscópio, mas realmente Kirby não conseguia escrever uma narrativa em que as gírias expressadas por seus personagens soasse natural e não ofensivas. De qualquer modo, mesmo sendo uma leitura para jovens, a história deixa claro que os garotos devem dar atenção aos mais velhos antes de tomarem seus decisões. Bem politicamente correto e obedecendo os interesses da editora em educar o seu público.

Postagens mais visitadas deste blog

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas porque há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas porque ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.
Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.
Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.
A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.
Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.
Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.
Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.
Após enterrar uma bomba de hidrogênio…

EaD: Como estudar sozinho em casa

Árvore genealógica do Superman

Em Krypton Chronicles, uma série que contava a história dos ancestrais de Kal-El a DC publicou a árvore genealógica abaixo.

Divirta-se!