Pular para o conteúdo principal

Flashpoint: Mapa mundi

Alguns leitores ficaram descontentes com o fato de que na realidade alterada Flashpoint o Brasil é ocupado por nazistas. Bobagem. Leitores africanos ficariam frustados de ver a África controlada por gorilas inteligentes?

Há de se perceber que muitos nazistas fugiram para a América do Sul no pós Guerra e isso é um mote para render uma boa história. Pior seria se a Floresta Amazônica fosse ocupada pelas amazonas, pois aí seria baseado apenas em lendas e palavras semelhantes.

De qualquer modo pelo menos tenho a chance de ver Frankenstein no Brasil, já que o monstro deve perseguir os nazistas.

(E ninguém comenta que todo o Oriente Médio é um protetorado de Adão Negro...)

Postagens mais visitadas deste blog

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas porque há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas porque ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.
Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.
Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.
A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.
Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.
Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.
Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.
Após enterrar uma bomba de hidrogênio…

EaD: Como estudar sozinho em casa

Árvore genealógica do Superman

Em Krypton Chronicles, uma série que contava a história dos ancestrais de Kal-El a DC publicou a árvore genealógica abaixo.

Divirta-se!