Pular para o conteúdo principal

O fim de semana dos mortos I

Fim de semana sem muitos lançamentos e com um sensível atraso da Panini que ainda não distribuiu Superman-Batman, tive oportunidade de ver o final da saga dos Vingadores e Invasores.

A história é claro voltou ao normal e os heróis não conseguiram guardar as informações para o futuro. No entanto Krueger & Alex Ross reintroduzem o Visão clássico (da Timely, pré-“Visão-Roy-Thomas-dos-Vingadores”) e ressuscitam o Centelha, o parceiro mirim do Tocha Humana clássico.

Recentemente foi anunciado que este Tocha ganhará nova série mensal.

Após doze números a série tem bastante coesão e ação, mas certamente só a dupla de autores é que deverá voltar a trabalhar com as pontas de eles próprios criaram.

Leve lembrar que desde 1.999 com Terra X (recém editada integralmente no Brasil pela Panini num caríssimo álbum) e depois com Paraíso X e Universo X, além de uma série de especiais a dupla trabalha em conjunto. Juntos eles fizeram a série Justiça para a DC Comics.

Buffy – 8ª temporada certamente foi publicado no Brasil pelos ótimos índices de vendas. É bom para fãs da série de TV que não passou na TV aberta no Brasil e então poucos conhecem. Mas lembrem-se que não é a primeira história de Buffy publicada por aqui. Em 2001 houve uma primeira tentativa de ressuscitar a Wizard Magazine. Durou somente uma edição, mas trouxe dentro uma história curta da caça-vampiros.

Novos Titãs está em fase de reestruturação. Primeiro as séries Robin e Batman & Os Renegados estão próximas do fim. Com o desaparecimento do homem-morcego e conseqüente morte em Crise Final, até ressurgir na página final o problema pode se espalhar. Tim Drake acredita que o mentor está vivo e assume o manto de Red Robin – uma variação de Robin criada por Alex Ross em O reino do amanhã -, Dick e Damian não acreditam no fato e assumem as séries Batman, Detective Comics e Batman & Robin. Já a equipe de heróis fora da lei volta a se chamar simplesmente “Renegados” – algo que já tinha acontecido na década de 1980.

Já a série principal do título é um pouco confusa. “Teen Titans”, em português Turma Titã, série de personagem adolescentes da DC, orientados por Ciborgue e Estelar passam a ter mais autonomia, até por que os adultos da equipe migraram para a equipe principal. Mas certamente a série deve balançar depois dos retornos ao final de Legião de 3 Mundos. Dois membros mortos da equipe retornarão!

Titans” está começando e ainda explora as ligações de Ravena e seu pai, Trigon. Por enquanto esta está sendo a linha narrativa, mas já se sabe que em ano de “A noite mais densa” irá explorar os vários mortos da equipe. A equipe tem uma quantidade de mortos que remonta a “Contrato de Judas”, “Crise nas Infinitas Terras” e “A saga do Gnu”/”O ardil de Jericó”.

Por sinal “A noite mais densa”, inédito no Brasil, em seus números 3 e 4 consegue matar mais gente que a contabilidade final de Crise. Está eletrizante! Quem puder que leia no original! Ivan Reis arrasa em cada página!

Por fim, o quê realmente vi que me encheu os olhos foi “História do Universo DC” de Marv Wolfman e George Pérez.

Wolfman consegue organizar os tópicos da eras históricos da DC Comics de modo que é realmente possível entender as Terras, então fundidas.

Ele consegue fazer um livro histórico, sem ação e cheio de pin-ups parecer o quê é “um guia básico de referência da editora” e o leitor ter prazer em afirmar isto. É uma obra que merecia capa dura e páginas costuradas, de modo a ser possível abrir a edição e ver todos os detalhes da arte de Pérez.

Após Crise houve duas grandes reorganizações temporais. Uma em Zero Hora e outra em Crise Infinita. Para refletir isto a Panini juntou na edição os capítulos a “História do Universo DC” publicados na série semanal “52”, escrito e esboçado por Dan Jurgens com finais de Norm Rapmund.

A obra de Jurgens não destoa o trabalho de Wolfman & Pérez apenas o complementa e mostra de uma grande empresa de entretenimento não pode ficar impassível criando verdades absolutas.

Ainda assim, o quê chama a atenção é a obra principal, que publicada nos EUA em 1.986 só tem agora uma chance de ser lida pelos leitores brasileiros, 23 anos depois!

Postagens mais visitadas deste blog

EaD: Como estudar sozinho em casa

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas por que há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas por que ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.

Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.

Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.

A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.

Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.

Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.

Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.

Após enterrar uma bomba de hidrogên…

O único animal, Luís Fernando Veríssimo

O homem é o único animal...
...que ri
...que chora
...que chora de rir
...que passa por outro e finge que não vê
...que fala mais do que papagaio
...que está sempre no cio
...que passa trote
...que passa calote
...que mata a distância
...que manda matar
...que esfola os outros e vende o pêlo
...que alimenta as crias, mas depois cobra com chantagem sentimental
...que faz o que gosta escondido e o que não gosta em público
...que leva meses aprendendo a andar
...que toma aula de canto
...que desafina
...que paga pra voar
...que pensa que é anfíbio e morre afogado
...que pensa que é bípede e tem problema de coluna
...que não tem rabo colorido, mas manda fazer
...que só muda de cor com produtos químicos ou de vergonha
...que tem que comprar antenas
...que bebe, fuma, usa óculos, fica careca, põe o dedo no nariz e gosta de ópera
...que faz boneco inflável de fêmea
...que não suporta o próprio cheiro
...que se veste
...que veste os outros
...que despe os outros
...que só lambe os outros
...que tem cotas de emigração
...qu…