Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2014

Comics Star Wars vol 1: Clássicos 1

A editora Planeta DeAgostini se propôs a publicar uma coleção de 70 volumes de histórias selecionadas das adaptações em quadrinhos da cine-série Star Wars. Bom. 70 volumes x 11 histórias por edição é 770 aventuras, mas nem todas em o formato de 22 páginas, então é saudável levar a conta para 700 histórias. É muito material, mesmo para universos ficcionais mais antigos como a Marvel Comics ou a DC Comics.
A editora inicia com o trabalho da Marvel Comics, publicado originalmente a partir de 1977/78 na esteira do lançamento do primeiro filme. Bom. E decide utilizar como fonte a série de encadernados Star Wars: A long time ago, onde a partir de 2.002 a editora americana Dark Horse reeditou a série, recolorindo-o – ironicamente a partir de 2.015 a Marvel reeditará algumas séries da Dark Horse.
A edição reúne a adaptação do filme Star Wars (#1-6) com roteiro de Roy Thomas e arte de Howard Chaykin e a arte-final deSteve Leialoha, Rick Hoberg e Bill Wray. Nada de novo, exceto o encontro entr…

Star Wars: Legends #01

Depois da Bloch, da Abril Jovem, da Pandora, da Ediouro, da On Line Editora e da Planeta DeAgostini é a vez da Panini Comics publicar quadrinhos Star Wars no Brasil. Fica a ressalva de que a DeAgostini está iniciando sua publicação e por problemas de distribuição é capaz de alguns leitores entenderem a ordem de maneira diferente, mas será nesta série de encadernados a estreia de várias histórias editadas nos EUA no início dos anos 1.980 pela Marvel Comics.
Ao traduzir a última série Star Wars da Dark Horse, iniciada em 2.013 a Panini apenas evidencia o cansaço da série em quadrinhos com os personagens de George Lucas. A Dark Horse ousou em diversos momentos, publicou quadrinhos em diversos períodos seja 4 milênios antes ou 150 anos depois; publicou quadrinhos centrados no Rogue Squadron e histórias de mercenários, das Guerras Clônicas e apresentou várias novas visões como Star Wars: Invasion e Star Wars: Legacy. No fim ficou redundante e voltou para o básico, ou seja, o mesmo tema qu…

O fim do Quarteto Fantástico

A Marvel Comics prova como os tempos são diferentes. A série americana Fantastic Four passou por diversos relançamentos mas suas vendas não se ampliam. Novidade?
Não! Ao longo dos anos sempre tivemos conhecimento de séries boas com baixa vendagem, a série do Quarteto apenas vem engrossar a lista. Até aí nada de novo.
A novidade é a abordagem que a Disney/Marvel está dando ao tema. Os direitos para cinema e TV do Quarteto e dos mutantes pertencem à FOX. Desde que a Marvel Studios conseguiu sucesso na administração das propriedades intelectuais da Marvel Comics, em especial com a franquia dos personagens derivados de Os Vingadores (Homem de Ferro, Capitão América, Thor e a própria série Os Vingadores) e conseguiu unir esta franquia ao enredo de construção de um universo com Os Guardiões da Galáxia, a Disney tem tentado reaver os direitos das duas franquias perdidas na época da falência da editora – Quarteto e mutantes.
Bem, ao que parece, os mutantes vão bem, obrigado! O último fil…

Gateway, Frederik Pohl

No futuro a humanidade passou a colonizar mundos próximos – Vênus e Marte – enquanto a Terra está superlotada com 25 bilhões de pessoas e a fome e miséria é uma constante.

Durante a exploração de Vênus é encontrado em um asteroide (ou cometa morto) um hangar cheio de naves alienígenas, da raça denominada Heechees, desaparecida a milhares de anos. A partir daí inicia-se a exploração do espaço externo em naves que levam 1, 3 ou 5 pessoas no máximo e cujo controle não é compreensível pelos operadores. Basicamente não há garantias de retorno de cada missão e por isso paga-se bem por missão bem-sucedida e pelas descobertas. A estação é controlada por uma empresa chamada Gateway e recebe pessoas dos Estados Unidos, Brasil, União Soviética e Índia para treinamento, tentando sempre vender a ideia de que há uma necessidade urgente de conseguir uma nova tecnologia que “faça a diferença”.

Robinette BobBroadhead é o personagem principal do romance. É sob sua ótica que vemos a sua chance de vence…