Pular para o conteúdo principal

Fins e reinícios: As novas Terras-2

Com o final de Crise nas Infinitas Terras (1985/1986) o Multiverso da DC Comics deixou de existir. Só retornaria em Crise Infinita (2005/2006), sendo realmente restaurado em 52 (2006/2007).

Antes da restauração Grant Morrison nos presenteou com uma versão da Terra-2 mas situada no universo de anti-matéria, que deu origem ao Sindicato do Crime da Amérika – veja aqui.

Apesar de restaurado o Multiverso muitas Terras voltaram levemente diferentes – veja Contagem Regressiva – e não se sabia qual era o formato no qual a Terra-2 havia retornado.

Em um longo arco da série Justice Society of America volume 3, escrito por Geoff Johns soube-se que a Terra-2 restaurada era a mesma “abandonada” por Roy Thomas duas décadas antes. Johns, inclusive, teve o cuidado de convidar o artista Jerry Ordway para ilustrar as tramas da Terra-2 e o Justice Society of America Annual #01, que trouxe a história Earth-Two, que pôs um ponto final na trama da Poderosa (ela foi manipulada mental ao longo dos anos e realmente era uma anomalia, sobrevivente da Terra-2). Neste anual fomos apresentados à Sociedade da Justiça Infinita, uma função entre os adolescentes da Corporação Infinito e os senhores da Sociedade.

A edição fez sucesso, foi elogiada, mas Johns terminou sua fase à frente da equipe e foi para outras plagas – ou pragas, se preferir.

Veio a reestruturação da DC Comics chamada The New 52 (Os novos 52) e a decisão de que o Superman realmente foi o primeiro herói surgido. Isto eliminou a Sociedade da Justiça da cronologia. Como não houve tempo ainda não se sabe o posicionamento em relação ao Multiverso pós reboot, aguarda-se a definição.

A editora anunciou recentemente que irá publicar Earth-Two uma série sobre a Terra-2 no Universo pós reboot com direito a Sociedade da Justiça e os grandes heróis da casa na série.


Veremos.

Postagens mais visitadas deste blog

Lost – A sexta temporada: Um resumo bem pessoal de Lost, até o episódio 9 da sexta temporada.

Existe uma ilha com propriedades magnéticas e místicas. Magnéticas porque há um contador da energia que se acumula na ilha. E místicas porque ela possui um mecanismo que pode ser utilizado para alterar sua posição no tempo e espaço.
Dois seres habitam esta ilha. Um deles, Jacob, está impedindo que o outro, ainda sem nome, saia.
Jacob pode sair da ilha e pode atrair pessoas para lá.
A função de Jacob é impedir que o outro saia da ilha. O segundo deseja matar Jacob para poder sair.
Este segundo pode se tornar uma fumaça escura que agrupada pode se tornar pessoas – geralmente entes queridos mortos – ou ser usada para destruição. Durante muitos anos, nós expectadores, achávamos que era nano-tecnologia que tem conceito semelhante.
Em 1.867 um navio chega a ilha trazendo Ricardo que se tornará agente externo de Jacob. Ricardo se torna imortal graças aos poderes de Jacob.
Um núcleo de pessoas sempre habitou a ilha. Possivelmente atraídos por Jacob. Sempre.
Após enterrar uma bomba de hidrogênio…

EaD: Como estudar sozinho em casa

Árvore genealógica do Superman

Em Krypton Chronicles, uma série que contava a história dos ancestrais de Kal-El a DC publicou a árvore genealógica abaixo.

Divirta-se!