Star Trek The Next Generation: Mirror broken (IDW, 2017)

A série de TV “Jornada nas Estrelas, A nova geração” não produziu episódio vinculado ao “Universo Espelho”, um universo alternativo de “Jornada nas Estrelas” onde a Federação é um Império e ao final do episódio o Spock daquele universo tenta mudar o equilíbrio das coisas. 

Há, no entanto, extensa produção em outras séries e no universo expandido (veja um aqui e outro aqui).

Na série em quadrinhos “Mirror broken”, publicada originalmente em sete episódios (Free Comics Day, minissérie em 5 partes e o especial “Origem de Data”) pela IDW e depois reunida em encadernado, temos o início de uma nova “Mirror Saga”. Picard, capitão da Stargazer, descobre que há uma nave sendo construída secretamente pela Império que poderá fazer frente a Aliança Klingon-Cardassiana, e pretende usurpar a capitania da nave protótipo para si. Claro que falamos da Enterprise.

Bem conduzida e com bom reposicionamento dos personagens, a série impressiona. Esclarece bastante como são feitas os jogos de poder e o risco constante que os oficiais correm e expõem a sua equipe. Além disso tem um bom ritmo: não é apenas uma apresentação, mas também não corre. O foco aqui é apresentar os personagens e como eles chegaram à Enterprise D, além de começar a apresentar as diferenças deste universo em relação ao Universo padrão.

Produzida por David & Scott Tipton (texto) e J.K. Woodward (arte).

Continua em "Star Trek: The Next Generation - Through the Mirror".
Tecnologia do Blogger.